PUBLICIDADE

Secretária destaca ações da Educação em Teixeira Soares

Simone Baumel Tullio comenta sobre três anos à frente da pasta, investimentos e conquistas da Secretaria; professora é a quarta entrevistada da série do Vamos Ler – Geração Digital na região

Gestora cita amplo engajamento dos professores e o olhar da pasta aos alunos
Gestora cita amplo engajamento dos professores e o olhar da pasta aos alunos -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Simone Baumel Tullio comenta sobre três anos à frente da pasta, investimentos e conquistas da Secretaria; professora é a quarta entrevistada da série do Vamos Ler – Geração Digital na região

A secretária Municipal de Educação de Teixeira Soares, Simone Baumel Tullio, foi a quarta entrevistada da série especial do Vamos Ler – Geração Digital com os gestores educacionais dos municípios participantes do projeto em 2022. A entrevista ocorreu na Secretaria de Educação, com apresentação nos estúdios do Portal aRede.

Na conversa, a professora contou um pouco mais dos seus três anos de atuação à frente da pasta de Teixeira Soares: desafios enfrentados pela pandemia, as conquistas em relação ao quadro de professores e contratação de novos profissionais, questões voltadas aos investimentos realizados na parceria Secretaria e Município, o reajuste salarial dos educadores, a participação no projeto Vamos Ler – Geração Digital, complementando com um recado sobre o futuro da gestão.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: Secretária destaca ações da Educação em Teixeira Soares

Primeiramente, Tullio fala da questão pandêmica: retorno parcial dos alunos de forma presencial em agosto de 2021 e volta às salas de maneira integral em 2022. “Vimos que tivemos muita defasagem na aprendizagem (em decorrência da pandemia), embora tivemos um sucesso nas aulas remotas, que os nossos professores se sobressaíram e, apesar das dificuldades, foram atrás. Nós capacitamos nossos professores, mas nada o substitui em sala de aula”, aponta a gestora.

Um destaque da rede municipal é o quadro completo de educadores nas escolas, como bem pontua a secretária. “Não falta professor, tanto nos Cmeis, quanto nas escolas. Temos alunos de inclusão, que já estamos com professor de apoio em alguns casos. E, também, os professores de Educação Física, que hoje é matéria obrigatória no nosso currículo: temos professores com formação” elenca Tullio.

Os investimentos também fazem parte de uma ampla gama. Segundo a secretária, a gestão do prefeito Lula Thomaz é focada neste sentido, como reformas e adequações em escolas. “Outra situação bem importante: parques infantis foram colocados em Cmeis e escolas, feitas as instalações. Também, teremos a entrega dos uniformes prevista para agosto, já está licitado, estamos no período de confecção e ajustando os tamanhos”, cita a professora.

Outros pontos complementam a questão dos investimentos: capacitação para profissionais responsáveis pelas merendas, por meio da nutricionista da Secretaria de Educação. A gestora cita mais uma especialista que faz parte da pasta e contribui efetivamente nessa questão: uma fonoaudióloga. Soma-se a isso os materiais esportivos para os professores de Educação Física com formação na área, o que amplia ainda mais o desenvolvimento dos educandos.

Debate em vários municípios, Tullio falou também do reajuste dos professores. “A questão do piso sabemos que gerou bastante embate, porque o Governo (Federal) anunciou 33,24% e nós sabemos que a maioria das prefeituras do Brasil, se for aplicar o 33,24%, vai para um índice muito além daquilo que é permitido pelo Tribunal de Contas”, cita. 

Dessa forma, Teixeira Soares já paga aos professores de 20 horas, conforme explica a secretária, o valor acima do piso – e, há algum tempo em relação aos municípios da região. Aos profissionais de 40 horas houve o reajuste pelo INPC de 10,16% (bem como para os de 20 horas). Os professores de Educação Infantil de 40 horas, por meio de um projeto de lei, receberão mais 21% além dos 10,16%  – pagos em sete parcelas.

Vamos Ler no município

O Vamos Ler - Geração Digital estreou em Teixeira Soares em 2018. Mesmo paralisado pela pandemia nos últimos dois anos, Tullio valorizou a iniciativa no município. “É um projeto que está agregando muito à rede municipal. Questão da mídia e novas tecnologias, que é um assunto bem pertinente aos alunos”, elenca a secretária, que também cita que a ligação com outras iniciativas só ajudam a rede municipal. “Através desses projetos interligados, Vamos Ler e empreendedorismo, a gente vê que conseguiremos descobrir grandes talentos”, complementa.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE