PUBLICIDADE

Ponta Grossa é destaque em ranking de cidades inteligentes

Município ficou entre os primeiros do Paraná nos rankings ‘Cidades Inteligentes’ e ‘Cidades amigas da Internet’.

Ponta Grossa tem buscado soluções inovadoras para a cidade.
Ponta Grossa tem buscado soluções inovadoras para a cidade. -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Município ficou entre os primeiros do Paraná nos rankings ‘Cidades Inteligentes’ e ‘Cidades amigas da Internet’

Ponta Grossa se destacou em rankings nacionais de municípios inteligentes. Entre as 100 maiores cidades brasileiras em população, o município ponta-grossense ficou na 27ª colocação do ‘Ranking de Serviços de Cidades Inteligentes – 4ª Edição’ e na 15ª posição no ‘Ranking cidades amigas da Internet – 6ª Edição’. O primeiro avalia os municípios que estão ofertando serviços considerados inteligentes ao cidadão utilizando os meios digitais, como Internet e celular. Já o segundo, considera aqueles que mais estimulam a oferta de serviços de telecomunicações. Ambos os rankings foram elaborados pela consultoria Teleco e foram divulgados pela Conexis Brasil Digital e pela Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel).

No ‘Ranking de Serviços de Cidades Inteligentes’, foram considerados os serviços utilizados diretamente pelos munícipes nas áreas de mobilidade urbana, e-gov, saúde, educação e meio ambiente. No caso da mobilidade urbana, foram analisados: estacionamento (zona azul); estacionamento (sensor de vagas); bicicletas (aluguel); controle de trânsito (orientação ao usuário); transporte público (bilhete eletrônico/horários). Já no e-gov: consulta de processos administrativos; emissão de licenças, certidões, permissões e outros; emissão de boletos de tributos ou outros de pagamento; realizar agendamentos de atendimentos, serviços, outros; e serviços de informações de Turismo, Cultura, Geo e outros.

Além disso, na educação/saúde: agendamento de consultas, exames e internação; utilização do celular/tablet na sala de aula; matrícula on-line; e acesso remoto a tarefas e conteúdos educacionais. Por fim, no meio ambiente: medidores inteligentes de energia (consulta pelo usuário); coleta de lixo; informações para usuário (qualidade do ar, temperatura, ruído, chuva, nível de ruído e nível dos rios); e defesa civil (alertas). Além disso, a gestão municipal foi avaliada: semáforos inteligentes; vigilância (câmeras); bases de informação (segurança); monitoramento de bueiros; prontuário médico; iluminação pública; e limpeza pública.

As três primeiras cidades foram: Uberlândia (MG), Campo Grande (MG) e Fortaleza (CE). No Paraná, o município que mais se destacou foi Curitiba, ficando na 7ª posição. O ‘Ranking de Serviços de Cidades Inteligentes’ pode ser acessado na íntegra clicando aqui.

Amigas da Internet

Ponta Grossa também foi destaque no ‘Ranking cidades amigas da Internet’. Ocupando a 15ª colocação, o município subiu oito posições da lista do ano passado (2020). Das cidades paranaenses, ficaram na frente de Ponta Grossa: Curitiba (4ª), Cascavel (5ª) e Londrina (11ª). Já na listagem nacional, os três melhores colocados foram: Uberlândia (1º), São José dos Campos (2º) e Porto Alegre (3º). As três piores do ranking são: Montes Claros (98º), São João de Meriti (99º) e Niterói (100º).

O ranking analisa as cidades que mais estimulam a oferta de serviços de telecomunicações, por meio de políticas e ações públicas que facilitem a instalação de infraestrutura (antenas e redes fixas). Além disso, avalia informações sobre legislação, burocracia, prazo e efetividade para a implantação de infraestrutura de telecom. As cidades amigas da Internet são aquelas que mais estimulam a conectividade, com leis modernas e sem burocracia no licenciamento.

Para a composição do ranking, foram avaliadas as restrições, burocracia, prazo e onerosidade para a implantação de Estações Rádio Base (ERBs) e Redes (subterrâneas ou aéreas) nas cidades. O método de avaliação para a listagem dos municípios foi uma análise teórica da legislação, organizada pela Teleco, uma pesquisa com as principais prestadoras de serviço de telecom, além de uma avaliação da própria Abrintel. O ranking completo está disponível acessando aqui.

A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Silveira Schmidt (PSD), comenta que ter avançado no ‘Ranking das cidades amigas da Internet’ é motivo de orgulho para a cidade. Segundo ela, a conectividade é trabalhada de maneira efetiva dentro da Prefeitura, através de serviços disponibilizados e de internet acessível ao cidadão em espaços públicos. “Ponta Grossa investe em ferramentas para dinamizar a gestão pública e facilitar a vida do cidadão através das tecnologias digitais e subir no ranking, de 23º para 15º significa que estamos no caminho certo, ficando à frente de diversas capitais brasileiras”, avalia.

Para Tonia Mansani, presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento (AID), "a 15ª posição no ranking de 2021 sem dúvida é um resultado extremamente significativo. O crescimento (no ranking) demonstra que o eixo de democratização tecnológica e inclusão digital preconizado no Vale dos Trilhos está de fato se materializando e já começa a dar seus primeiros resultados. Estamos, sem dúvida, construindo uma cidade inteligente, onde o cidadão é a razão de ser de um governo. Uma cidade com pessoas e para pessoas, conecta e mais humana", ressalta.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right