PUBLICIDADE

Rebouças avança em projetos de habitação e investe em obras

Foco da atual administração está nos setores de infraestrutura, saúde, educação e habitação. Geração de empregos também recebeu destaque em 2022

Em entrevista ao Jornal da Manhã e Portal aRede, o prefeito Luiz Everaldo Zak (PSD) falou sobre as principais conquistas do atual governo
Em entrevista ao Jornal da Manhã e Portal aRede, o prefeito Luiz Everaldo Zak (PSD) falou sobre as principais conquistas do atual governo -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O município de Rebouças avançou em uma série de projetos no decorrer de 2022, com destaque para os setores de infraestrutura, saúde, educação e habitação. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede na última semana, o prefeito Luiz Everaldo Zak (PSD) falou sobre as principais conquistas viabilizadas pelo atual governo e também detalhou o planejamento e as prioridades da administração para o próximo ano.

Inicialmente, o gestor lembrou de algumas iniciativas que ocorreram nos bairros. “Proporcionamos algumas ações importantes em termos de pavimentação. Um exemplo é o investimento de R$ 2 milhões nas vias de acesso à nossa cidade. A licitação já foi concluída e o contrato está assinado. São recursos provenientes da nossa parceria com o deputado federal Sandro Alex e com o deputado estadual Hussein Bakri. Logo estaremos atuando na revitalização das ruas Professora Maria Assunção e João Franco Sobrinho, que consistem na saída para São Mateus do Sul”, detalhou.

Busca por novos recursos

Zak também ressaltou compromisso com melhorias em outras frentes e sinalizoun a chegada de recursos. “Fizemos várias obras. Proporcionamos melhorias em todas as escolas. Recebemos equipamentos para o nosso pátio de máquinas e ampliamos as frotas de veículos, como caminhões, vans e ambulâncias. Estamos procurando fortalecer a infraestrutura da nossa cidade. Para 2023, temos a perspectiva de contratar novas operações de crédito junto à Caixa Econômica e ao Banco do Brasil. Pretendemos ampliar os trabalhos de pavimentação e também investir em esporte e lazer”, enumerou.

Novas moradias

A construção de novas casas é outra pauta que conta com a atenção do poder público. “Estamos comprando um terreno no valor de R$ 1 milhão, para fins habitacionais. Como é um terreno situado próximo ao asfalto, na saída para Rio Azul, também queremos utilizá-lo para viabilizar a instalação de pequenas empresas, principalmente do ramo de serviços”, projetou.

Ainda na área de habitação, Rebouças receberá 32 novas residências, que já foram licitadas pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). “Estamos aguardando a empresa responsável iniciar as obras. Também temos outras 53 moradias que serão construídas no loteamento Terra Nova, que é um terreno que já pertence à Cohapar. Existe um compromisso do presidente Jorge Lange para viabilizar esse projeto”, destacou.

Vagas de emprego

Com os projetos habitacionais, o prefeito também espera fortalecer a geração de empregos, uma vez que haverá uma valorização do setor de construção civil. “Além disso, são propostas que garantem opções para famílias que buscam se fixar em Rebouças. Isso também fortalece nossa economia. Tivemos em Rebouças problemas no setor moveleiro. O ramo de móveis é muito importante para nossa economia. Houve cerca de 170 demissões. É algo que foi diretamente influenciado pela questão das exportações e nos preocupa. Esperamos que o setor se recupere logo”, analisou.

Em contrapartida, segundo Zak, as micro e pequenas empresas contrataram muito em 2022. “Estamos com saldo positivo na geração de empregos em Rebouças. Também temos o programa 'Primeiro Emprego’. Foram 25 vagas abertas em empresas locais, onde a prefeitura custeia metade dos salários dos jovens que ingressam no mercado de trabalho. Além disso, estamos planejando concessões de terrenos para atrair novos empreendimentos de menor porte. São eles que estão sustentando nosso município”, disse.

Saúde Pública

Neste ano, Rebouças priorizou alguns tópicos importantes no setor de saúde. “Criamos um auxílio visando a permanência de médicos na cidade. Neste fim de ano, também foi aprovada uma lei que possibilitará a contratação de profissionais médicos por meio de concurso público. Também mantivemos diálogos importantes junto ao Consórcio Intermunicipal Samu Campos Gerais (CimSamu), do qual a cidade faz parte. É um serviço de suma importância aos nossos moradores”, disse o prefeito.

Segundo ele, a saúde é sempre um desafio dentro da gestão pública. “É muito difícil satisfazer a população por completo, uma vez que a demanda é muito crescente. Quando existe uma fragilização em termos de renda, mais pessoas passam a buscar o atendimento público. Seguimos trabalhando para atuar em todas as frentes e viabilizar o melhor atendimento possível”, declarou.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE