PUBLICIDADE

Secretário de Imbaú traz ações da Educação ao Vamos Ler

José Fabrício de Oliveira é o segundo entrevistado da série especial com gestores educacionais dos municípios participantes do projeto do Grupo aRede; confira os principais destaques da conversa

Secretário assumiu pasta no início de 2021 e destaca amplas conquistas em quase um ano e meio
Secretário assumiu pasta no início de 2021 e destaca amplas conquistas em quase um ano e meio -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

José Fabrício de Oliveira é o segundo entrevistado da série especial com gestores educacionais dos municípios participantes do projeto do Grupo aRede; confira os principais destaques da conversa

A série de entrevistas do Vamos Ler – Geração Digital com os secretários municipais de Educação da região, das cidades participantes do projeto, deu sequência na tarde dessa segunda-feira (30), com live divulgada no Portal aRede. Desta vez, o convidado foi o professor José Fabrício de Oliveira, que está na gestão da Secretaria de Educação de Imbaú.

O secretário falou sobre tópicos importantes em quase um ano e meio que está à frente da pasta: a avaliação e como foi pegar a Educação dentro dos momentos mais críticos da pandemia, além de sua avaliação no período; uma audiência pública, onde a equipe pôde prestar contas dos investimentos e gastos, focando na aquisição de materiais, também foi destaque; além, é claro, de reformas e padronizações nas escolas, participação no Vamos Ler – Geração Digital e objetivos para a continuidade da gestão.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: Vamos Ler entrevista secretária de Educação de Reserva

“Para nós, enquanto Secretaria de Educação, retomar as atividades no modelo presencial foi de suma importância para o trabalho pedagógico, porque nós sabemos da necessidade e da importância dos nossos alunos dentro do espaço escolar”, destaca Oliveira, que pontua que a pandemia trouxe alguns contratempos na aprendizagem, mas que vem sendo retomada com excelência para suprir os desafios encontrados.

Dentro deste contexto, o secretário fala também das ações sanitárias e o cuidado que a gestão teve com os alunos, educadores e toda a comunidade escolar. “A Secretaria de Educação, desde o retorno das atividades, investiu em todos os EPI’s que eram necessários para o retorno das aulas presenciais. Tivemos o bom uso pelos nossos alunos, profissionais da educação. A comunidade foi acolhida a respeito da pandemia”, pontua o gestor.

Outro ponto foram os investimentos. Em audiência pública realizada recentemente, a Secretaria de Educação pôde colocar o que foi gasto e investido, com bons números no ano passado. “Para o ano de 2021, nós enquanto Secretaria, conseguimos atingir 30% em investimento na Educação”, conta Oliveira.

Os bons resultados seguiram neste ano, com investimentos assertivos. “Para o primeiro quadrimestre do ano de 2022, a Secretaria de Educação tem feito seus investimentos: fizemos a aquisição do kit covid, kit de uniformes, de parques, a troca dos mobiliários das escolas, investimento com a instalação de uma TV em cada sala de aula, investimento com a aquisição dos materiais pedagógicos, para melhorar a proposta de trabalho dos nossos professores dentro da sala de aula”, complementa o gestor.

Para fechar, Oliveira cita duas questões preponderantes: a infraestrutura e o reajuste salarial dos profissionais. “Nós pensamos, juntamente com a prefeita, na padronização dos nossos pórticos das escolas municipais e Cmeis, que vieram para revitalizar, deixá-las mais acolhedoras, aconchegantes. Todas as nossas escolas passaram por reformas, pinturas. Também, é importante destacarmos o reajuste dos 33% para os nossos profissionais. Sabemos que todo o investimento em educação é muito bom. Termos nossos profissionais valorizados e reconhecidos é muito importante para nós”, conclui o secretário.

Vamos Ler e planejamento da Educação

O professor Fabrício também falou da participação no projeto, que iniciará no segundo semestre de 2022. “O Vamos Ler, para nós do município, que vamos iniciar as atividades, será de ganho significativo. Primeiro é o estímulo à leitura, ao desenvolvimento com algumas metodologias ativas. Chegar dentro da sala de aula com esses recursos que serão ofertados pelo projeto Vamos Ler nos possibilitará, também, melhorar nosso índice de educação”, destaca o gestor. Para complementar, o secretário cita a importância das novas tecnologias para alunos que já nascem dentro deste contexto.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE