PUBLICIDADE

Mais de 250 mil ponta-grossenses vão às urnas nas Eleições Gerais

Votos dos milhares de eleitores da cidade, a maioria mulheres, podem mudar peças do ‘xadrez político’ do município. estão em disputa os cargos de presidente da República, governador, senador e deputado federal, deputado estadual ou distrital

Uma das novidades nas Eleições 2022 é a unificação do horário de votação em todo o país. Pela primeira vez, todas as seções eleitorais funcionarão das 8h às 17h do horário de Brasília. Ou seja, cidades em fusos diferentes devem se adequar ao horário da capital federal
Uma das novidades nas Eleições 2022 é a unificação do horário de votação em todo o país. Pela primeira vez, todas as seções eleitorais funcionarão das 8h às 17h do horário de Brasília. Ou seja, cidades em fusos diferentes devem se adequar ao horário da capital federal -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Neste domingo (2), primeiro turno das Eleições, 156.454.011 eleitoras e eleitores poderão comparecer às urnas para escolher os novos representantes políticos. Em Ponta Grossa são 250 mil eleitores. Neste ano, estão em disputa os cargos de presidente da República, governador, senador e deputado federal, deputado estadual ou distrital.

Uma das novidades nas Eleições 2022 é a unificação do horário de votação em todo o país. Pela primeira vez, todas as seções eleitorais funcionarão das 8h às 17h do horário de Brasília. Ou seja, cidades em fusos diferentes devem se adequar ao horário da capital federal.

Com a unificação do horário de votação, a apuração dos resultados para todos os cargos deve iniciar a partir das 17h da hora oficial de Brasília. Importante lembrar que a votação termina às 17h, mas eleitores que ainda estiverem na fila para votar após esse horário poderão exercer o direito ao voto.

PONTA GROSSA

Os ponta-grossenses que vão às urnas poderão, para além da polarização que marca a disputa para a presidência da República, alterar peças do ‘xadrez eleitoral’ da cidade e da região dos Campos Gerais a partir de 2023. Os quatro deputados eleitos da cidade nas últimas eleições - dois na Câmara Federal e dois na Assembleia Legislativa - buscam a reeleição juntamente com diversos vereadores, ex-vereadores e lideranças do município que também buscam vaga nos legislativos federal e estadual. 

Seguindo uma tendência nacional, o eleitorado de Ponta Grossa é formado em sua maioria por mulheres, que representam 53% do total de pessoas aptas ao voto na cidade – quase 134 mil pessoas. Com relação as faixas etárias, a mais representativa é a entre 25 e 29 anos, com 27,8 mil eleitores; por outro lado, pouco mais de 20,5 mil cidadãos que estão acima dos 70 anos ou com idade entre 16 e 17 anos tem o voto como facultativo.

Com relação aos locais de votação, o maior colégio eleitoral de Ponta Grossa está em Uvaranas, no Colégio Borell du Vernay, que conta com 5,2 mil eleitores registrados; na sequência vem o Colégio Estadual Elzira Correia de Sá, na Santa Paula, e a Escola Municipal Zahira, na Vila Cipa - ambos com 5,1 mil eleitores aptos para votar. Falando em escolas, a escolaridade média do ponta-grossense que vai às urnas é o Ensino Médio completo (78,9 mil eleitores), seguido pelo Ensino Fundamental incompleto (53,9 mil) e o Superior completo (36,9 mil).

TRANSPORTE

Durante as ‘Eleições Gerais 2022’ deste domingo (2), os usuários do transporte público coletivo de Ponta Grossa não terão direito ao ‘passe livre’ no serviço. Segundo o Poder Executivo Municipal, “não haverá gratuidade ou cobrança diferenciada no transporte coletivo durante o dia de votação, uma vez que não há previsão da prática na legislação municipal vigente”, explica. Além disso, o Portal aRede entrou em contato com a Viação Campos Gerais (VCG), responsável pelo serviço público. 

OPOSIÇÃO

A disputa de 2022 também será um termômetro importante para disputas internas entre grupos políticos da cidade, que colocam nomes importantes nas eleições proporcionais e buscam o apoio da população ponta-grossense; a lógica vale tanto para nomes ligados ao Governo Municipal, que tem figuras como o vice-prefeito capitão Saulo e o ex-prefeito Marcelo Rangel, dentre outros, quanto para a oposição, que tem os ex-aliados Jocelito Canto e Aliel Machado disputando votos entre si.

NÚMEROS À PROVA 

Vencedores nas eleições majoritárias em 2018, Ratinho Junior e Jair Bolsonaro tiveram votações expressivas em Ponta Grossa já no 1º turno. O atual governador teve quase 100 mil votos na cidade, 61% do total, porcentagem quatro vezes maior que o segundo colocado João Arruda; já o presidente, na época candidato pelo PSL, teve uma votação absoluta até maior que Ratinho, 112 mil votos, mas que representou 59% do eleitorado local.

Neste domingo, ambos colocam a prova um possível alto índice de aprovação da cidade, mesmo com sobressaltos como as críticas ao governo da prefeita Elizabeth Schimdt (PSD), apoiada por Ratinho Junior nas eleições de 2020, por conta de crises recentes em áreas como a saúde. Nas eleições proporcionais, por sua vez, o cenário em relação ao último pleito e as preferências dos ponta-grossenses podem ter alterações importantes.

Dos cinco candidatos mais votados na cidade para o cargo de deputado federal em 2018, apenas Sandro Alex e Aliel Machado, ambos eleitos, estão na disputa para a Câmara Federal em 2022; além deles, o vereador Felipe Passos está na disputa, mas desta vez buscando uma vaga na Assembleia Legislativa. Para deputado estadual, o cenário é o mesmo: apenas Mabel Canto, eleita em 2018, e o vereador Dr. Zeca seguem no pleito se considerarmos o ‘Top 5’ na votação para o cargo na cidade há quatro anos.

‘RACHAS’

A disputa de 2022 também será um termômetro importante para disputas internas entre grupos políticos da cidade, que colocam nomes importantes nas eleições proporcionais e buscam o apoio da população ponta-grossense; a lógica vale tanto para nomes ligados ao Governo Municipal, que tem figuras como o vice-prefeito capitão Saulo e o ex-prefeito Marcelo Rangel, dentre outros, quanto para a oposição, que tem os ex-aliados Jocelito Canto e Aliel Machado disputando votos entre si.

NÚMEROS

53% do eleitorado ponta-grossense é feminino

53,9 mil eleitores de Ponta Grossa não completaram o ensino fundamental

27,8 mil eleitores estão na faixa etária entre 25 e 29 anos

20,5 mil pessoas estão na faixa do voto facultativo (entre 16 e 17 anos e idosos acima dos 70 anos)

5,2 mil pessoas votam no Colégio Estadual Borell du Vernay, em Uvaranas, o maior colégio eleitoral de PG

112 mil votos foram obtidos pelo atual presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, no 1º turno, em Ponta Grossa

Tribunal decide unificar horário

Uma das novidades nas Eleições 2022 é a unificação do horário de votação em todo o país. Pela primeira vez, todas as seções eleitorais funcionarão das 8h às 17h do horário de Brasília. Ou seja, cidades em fusos diferentes devem se adequar ao horário da capital federal.

Com a unificação do horário de votação, a apuração dos resultados para todos os cargos deve iniciar a partir das 17h da hora oficial de Brasília. Importante lembrar que a votação termina às 17h, mas eleitores que ainda estiverem na fila para votar após esse horário poderão exercer o direito ao voto.

Com a unificação do horário de votação, a apuração dos resultados para todos os cargos deve iniciar a partir das 17h da hora oficial de Brasília. Importante lembrar que a votação termina às 17h, mas eleitores que ainda estiverem na fila para votar após esse horário poderão exercer o direito ao voto.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE