PUBLICIDADE

Projeto democrático tem eleição de representantes em PG

Alunos do 5º ano B da Escola Professora Glacy Camargo Sêcco foram divididos em grupos para debate sobre atuais candidatos à Presidência do Brasil; menina e menino foram eleitos pela turma

VÍDEO
Alunos puderam exercer seu papel de cidadão nesta dinâmica | Autor: Divulgação

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Um projeto sobre cargos eletivos e Presidência do Brasil engajou os alunos do 5º ano B da Escola Municipal Professora Glacy Camargo Sêcco em Ponta Grossa. Segundo a professora Edicléia Batista dos Santos, o trabalho teve início em sala de aula por meio de debates políticos, com os alunos defendendo seu ponto de visto em relação aos candidatos que concorrem ao cargo máximo do Executivo brasileiro.

“Em grupos os alunos defendiam o lado escolhido. Devido ao alto poder de discussão, observou-se nos alunos uma grande base de liderança, oratória e persuasão diante dos fatos. Originou-se o projeto em questão. A aula de democracia e respeito pela opinião contrária teve início naquele momento, para que todos pudessem entender como o processo eleitoral é realizado”, aponta a educadora.

GALERIA DE FOTOS

  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  • Projeto democrático tem eleição de representantes em PG
  

Assim, explica a docente, houve a organização dos candidatos, com elaboração de propostas, campanhas e, concluindo, a votação, com eleição de um menino e uma menina para serem representantes da turma. Para fechar, Edicléia cita que os mais votados e com as melhores propostas foram escolhidos por meio de votação secreta em dinâmica na sala de aula.

“Os eleitos entenderam como é um processo eleitoral. A turma, com um gesto democrática, elegeu os melhores na opinião deles, assim podendo entender de fato o que é uma democracia. Por fim, o projeto foi um sucesso, com todos entendendo que temos nossa opinião, mas precisamos respeitar a opinião contrária, para não criar desavença e desrespeito com a sociedade”, conclui a professora.

Acesse o blog escolar da Escola Professora Glacy Camargo Sêcco clicando aqui.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE