Vamos Ler estimula alunos 'protagonistas da notícia' em PG

Trabalho sobre gêneros textuais no 5º ano B da Escola Professora Glacy Camargo Sêcco teve uso do Jornal da Manhã e turma criando seus próprios informativos

Registros mostram amplo trabalho realizado com exemplares do impresso do Grupo aRede
Registros mostram amplo trabalho realizado com exemplares do impresso do Grupo aRede -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Trabalho sobre gêneros textuais no 5º ano B da Escola Professora Glacy Camargo Sêcco teve uso do Jornal da Manhã e turma criando seus próprios informativos

O projeto ‘Minha Escola Lê’ foi desenvolvido junto ao 5º ano B da Escola Municipal Professora Glacy Camargo Sêcco em Ponta Grossa. O objetivo é trabalhar o gênero textual informativo, conforme explica a professora da turma, Edicléia Batista dos Santos, mostrando aos educandos os meios de comunicação confiáveis.

A docente explica que, dessa forma, busca-se ‘mídias’ que também publiquem vários gêneros textuais. Para isso, os alunos puderam utilizar jornais que são entregues na instituição de ensino por meio do projeto Vamos Ler – Geração Digital: os exemplares do Jornal da Manhã.

“Então buscamos dentro dos jornais por entrevistas, reportagens, culinária, tirinhas, histórias em quadrinhos. Enfim, inúmeras informações que somente são encontradas dentro desse meio de comunicação, (com) todos os gêneros na mesma edição. Isso desperta nos alunos a vontade de ler, pesquisar, se informar e, o mais importante, integra-se ao objetivo do projeto Vamos Ler”, destaca a docente.

Neste ínterim, a turma iniciou os trabalhos ‘sondando’ as informações contidas no impresso para, em seguida, separar os gêneros textuais encontrados, observando a capa, página de esportes, informações, críticas, novas, coluna social, entre outros.

“Com todas as informações em mãos, eles montaram o seu próprio jornal, desde o início, com o codinome ‘Jornal da Glacy’. Cada um usou o gênero textual que mais se identificou: esporte, tirinha, receita, cada qual com suas peculiaridades, criando seu próprio jornal, com as informações criadas e ilustrações desenhadas por eles”, complementa Edicléia.

A professora conclui que o projeto foi realizado com os alunos protagonizando todas as etapas do início ao fim, com a educadora observando e orientando todo o processo de criação. “O trabalho foi realizado por eles com muito êxito e dedicação, um a um se tornando repórter um dia, criando suas próprias matérias. A educação em foco sempre, o aluno alçando voos em busca de seus sonhos”, conclui a docente.

Acesse o blog escolar da Escola Professora Glacy Camargo Sêcco clicando aqui