Vamos Ler traz trabalho sobre a história do Brasil em Castro

Eventos do Brasil colonial foram base de uma ampla dinâmica com maquetes, apresentações e muito estudo no 5º ano D da Escola Doutor Vicente Machado

Trabalhos ocorreram por meio de várias sequências didáticas
Trabalhos ocorreram por meio de várias sequências didáticas -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Eventos do Brasil colonial foram base de uma ampla dinâmica com maquetes, apresentações e muito estudo no 5º ano D da Escola Doutor Vicente Machado

O 5º ano D da Escola Municipal Doutor Vicente Machado, em Castro, da professora Luciane Schoembaechler Pereira, por meio de aulas de história ministradas pela colega docente Josemary Rodrigues, desenvolveram estudos acerca dos aspectos histórias do Brasil colonial, com propostas de confecção de maquetes.

Segundo Luciane, houve trabalho com o tema e a realização destes matérias representativos em escala, o que motivou os alunos, permitindo um resultado gratificante. Assim, redundou-se em uma exposição dento da escola para que as demais turmas pudessem ver e ouvir sobre as maquetes, além da história que estas estavam retratando.

“Primeiramente, expliquei toda a matéria sobre o Brasil e suas expedições exploradoras, e sobre o Brasil colonial: a rota do descobrimento, as primeiras maneiras de administrar o Brasil, o sistema de capitanias hereditárias e governos gerais, construindo uma linha do tempo sobre a rota do descobrimento, contextualizando o Brasil contemporâneo, sistemas de governo e seus três poderes”, elenca a educadora.

Dessa forma, buscou-se relacionar o passado e o presente, além de utilizar de forma interdisciplinar as aulas de História e Geografia com as regiões do Brasil, estados e capitais. Conforme cita a professora, sempre houve vídeos em cada sequências didática, com atividades de fixação, análise de textos e trabalhos em duplas.

“Para memorização em casa, os alunos tinham que participar dos Kahoot disponibilizados no Whats da turma. Os alunos se reuniram em grupos e, em casa, montaram maquetes, e a professora distribuiu sequências da exposição da rota do descobrimento, administração política no início da história do Brasil e engenho de cana-de-açúcar”, cita a docente.

Complementando, Luciane cita que no dia da apresentação houve mobilização geral, com todas as turmas chamadas para assistir os mais variados temas, como um grupo indígena da região, representando em maquete suas moradias.

“Foi uma brilhante apresentação, as maquetes estavam bem feitas e a turma estava bem preparada, pois tiveram o conteúdo previamente explicado pela professora. Este tipo de trabalho considera tanto a interdisciplinaridade e protagonismo dos alunos na construção de seus conhecimentos”, conclui a professora.

Acesse o blog escolar da Escola Doutor Vicente Machado clicando aqui