PUBLICIDADE

Secretária destaca valorização da rede municipal em Castro

Reajuste de 41,03% aos professores, métodos aplicados durante a pandemia e vários outros pontos fazem parte da entrevista de Rejane Nocera, gestora da Secretaria de Educação em Castro – dando sequência à série especial do Vamos Ler na região

Secretária fez uma avaliação geral de quase cinco anos e meio de gestão
Secretária fez uma avaliação geral de quase cinco anos e meio de gestão -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Reajuste de 41,03% aos professores, métodos aplicados durante a pandemia e vários outros pontos fazem parte da entrevista de Rejane Nocera, gestora da Secretaria de Educação em Castro – dando sequência à série especial do Vamos Ler na região

À frente da Secretaria de Educação de Castro há cinco anos e meio, Rejane de Paula Nocera foi a sétima entrevistada do Vamos Ler – Geração Digital com secretários das pastas educacionais que participam do projeto do Grupo aRede. Em live nos estúdios do Portal aRede, após entrevista na própria Secretaria de Castro, a gestora comentou uma variedade de tópicos da educação.

A primeira delas foi em relação a gestão, assumida em 2017. “Foi muito desafiador. Começamos o mandato com muitos projetos, planos e conseguimos executar muitas coisas, melhorias, formação com nossos professores, a organização da rede como um todo, concurso, chamando professores, organizando. A pandemia chegou e nós tivemos que parar e nos reorganizarmos”, aponta a secretária.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: Secretária destaca valorização na rede municipal de Castro

A pandemia, vale destacar, teve Castro como cidade pioneira em várias situações: o retorno presencial em fevereiro de 2021 e a volta das máscaras, em sintonia com a Secretaria de Saúde, no último mês. Segundo Nocera, da volta dos alunos em sala de aula até o momento, não houve a suspensão de nenhuma atividade escolar, com cuidados nos casos específicos da covid-19. “As nossas decisões foram sempre bem tomadas, bem firmes, em nenhum momento tivemos que recuar”, destaca a gestora.

Gradativamente, complementa a secretária, houve o retorno: primeiro com quartos e quintos anos, dando sequência às demais classes – incluindo o transporte, tudo de maneira responsável. E, todas as medidas contribuíram para que os efeitos da defasagem da aprendizagem, encontrada em todo o Brasil, fossem mitigados, conforme explica a gestora, além de avaliações corriqueiras da Secretaria. 

Nocera também cita como é pensado o investimento em Castro. “Percebemos que precisa de um bom planejamento. Isso é importantíssimo. Não tem como você deixar o planejamento só na hora de executar. Eu atendo muito a demanda das escolas, fazemos reuniões periódicas com nossos diretores, nós vamos conferindo o que cada escola, creche, necessita e é a partir disso que os investimentos vão saindo”, elenca a secretária. 

Dessa forma, o investimento vem de várias formas: construção de novas escolas, como de um bairro onde foi identificado seu crescimento e necessidade de uma instituição de ensino; além de questões voltadas à formação continuada, material, uniforme escolar, livros para as crianças e tudo que tornou-se necessário para melhorar ainda mais a aprendizagem.

O reajuste salarial, tema recorrente de debate em todos os municípios do Brasil, tornou-se um dos grandes destaques recentes da parceria entre Prefeitura e Secretaria de Educação: valorização de 41,03% dos educadores. “Foi considerado o maior reajuste do estado do Paraná e de muitos lugares aí do Brasil. O que é importante frisar é que esse reajuste já estava sendo estudado há muito tempo”, cita Nocera.

Este contexto, como um estudo muito detalhado para reajustar em todos os níveis de todas as classes da rede, diz a secretária, faz com que o professor não seja apenas valorizado financeiramente, mas de mostrar a importância que eles têm para a educação de Castro.

Vamos Ler

O Vamos Ler – Geração Digital está no 5º ano consecutivo em Castro e, para a secretária, a sintonia entre a rede municipal e o projeto faz com que os melhores resultados aconteçam. “Eu acho que isso me encanta na educação. Ver justamente esse comprometimento dos nossos professores”, cita Nocera. “É um projeto que os professores conseguiram entender e estamos alcançando os objetivos, porque as nossas crianças são os verdadeiros protagonistas em tudo isso. Então, as matérias que a gente acompanha, ficam muito próximas das pessoas, não só dos pais”, pontua a educadora.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE