PUBLICIDADE

Abolição da escravatura engaja alunos em Teixeira Soares

Estudo, debate, discussão, resgate histórico e apresentação/representação de alunos marcaram trabalho sobre o 13 de maio no 4º ano B da Escola Machado de Assis

Registros mostram profundidade que dinâmica sobre o tema levou aos educandos
Registros mostram profundidade que dinâmica sobre o tema levou aos educandos -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Estudo, debate, discussão, resgate histórico e apresentação/representação de alunos marcaram trabalho sobre o 13 de maio no 4º ano B da Escola Machado de Assis

O 4º ano B da Escola Municipal Machado de Assis, em Teixeira Soares, sob coordenação da professora Simone Padilha desenvolveu amplas atividades de incentivo à leitura e discussão sobre um tema indispensável da nossa história: a abolição da escravatura, que completou 134 anos na última sexta-feira, 13 de maio – mesmo dia em que a turma trabalhou com debates acerca da origem e como seu a escravidão no Brasil.

“A discussão de como a escravidão no Brasil foi uma instituição violenta e desumana que existiu durante um período de muitos anos, e foi responsável pela escravidão de milhões de pessoas, foi alvo de debate em sala de aula. Houve, por parte dos alunos, inúmeras reflexões e relatos sobre o tema e de como ainda existe a luta por uma sociedade justa e sem preconceito”, aponta a docente.

Segundo Simone, pontos como leis abolicionistas, com foco no estudo da Lei Áurea, a situação dos escravos libertos na sociedade após o fim da escravidão, também foram temas de debate. Para elucidar na prática todo esse contexto, alunos da turma se fantasiaram de personagens que retratavam a história da escravidão no Brasil, além de confeccionaram cartaz e, complementando, apresentada aos demais colegas da escola toda a dinâmica desenvolvida.

“Para entender a história é preciso vive-la. E, isso, podemos fazer através da nossa imaginação: tentar compreender um passado de tristeza e sofrimento vivido por milhões de pessoas nos faz refletir sobre o valor da vida, o respeito ao próximo e a esperança de um mundo em que se busca equidade e justiça social”, cita a professora.

Por fim, a docente traz um pensamento do autor Boris Fausto. “A história é vital para a formação da cidadania. Ela nos mostra que, para compreender o que está acontecendo no presente, é preciso entender quais foram os caminhos percorridos pela sociedade brasileira”.

Acesse o blog escolar da Escola Machado de Assis clicando aqui

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE