PUBLICIDADE

PM preso por tentativa de homicídio muda de defesa

A advogada Carolina Follador foi contratada para prosseguir com sua defesa

A advogada Carolina comentou que muitos pontos ainda precisam ser apurados
A advogada Carolina comentou que muitos pontos ainda precisam ser apurados -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A advogada Carolina Follador, especialista em Direito Penal e Processo Penal, foi contratada pela família do policial militar Herivelton Martins para prosseguir com sua defesa. O PM foi preso por tentativa de homicídio - clique aqui para relembrar o caso.

“A defesa realizada até agora pelo advogado Ernestides foi feita com grande competência, mas devido às características do crime, a família, em acordo com Herivelton, optaram por esta mudança”, salientou a advogada, em conversa com o portal aRede.

Para Carolina, a denúncia ter sido feita com tanta rapidez pelo Ministério Público gera estranheza. "Visto que ainda não existem laudos conclusivos no Inquérito Policial, o que pode turvar a visão dos fatos conforme se sucederam", defendeu.

Ela afirmou ainda que até o momento a denúncia não foi recebida pela autoridade judicial. “Enquanto a denúncia não é efetivamente recebida pelo Juiz responsável, não se deve sobrepujar a figura deste. É necessário aguardar sua deliberação”.

A advogada Carolina comentou que muitos pontos ainda precisam ser apurados. “Agora a defesa está fazendo um levantamento completo acerca de todos os envolvidos, buscando novas testemunhas ou quaisquer informações que ajudem a elucidar o caso. Herivelton, em seus onze anos de PM, tem uma ficha que o classifica como um excelente profissional, além de colecionar congratulações tanto em sua ficha profissional, quanto entre o convívio social. Após quase dois anos acompanhando sua esposa em rotinas hospitalares, esta foi acometida por uma leucemia, e após o falecimento de sua companheira, passou a dedicar total atenção para a sua filha, a criando sozinho desde os dez anos de idade, se apresentando como um cidadão exemplar na sociedade. Estamos buscando entender o que fez para que algo tão extremo tenha ocorrido neste dia”, explicou.

Por fim, a advogada ressaltou que casos como este, que geram grande exposição dos envolvidos, devem ser tratados com extremo cuidado. "Corre-se o risco de condenar socialmente os envolvidos, cometendo grandes injustiças", advertiu. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE