Prefeitura fortalece desenvolvimento de MEIs

Trabalho integra programa de inovação e desburocratização da gestão pública municipal

Por meio da Sala Digital, é possível saber o passo a passo para a formalização e ter acesso a diversos serviços
Por meio da Sala Digital, é possível saber o passo a passo para a formalização e ter acesso a diversos serviços -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Trabalho integra programa de inovação e desburocratização da gestão pública municipal

A prefeitura de Ponta Grossa tem colocado em prática um abrangente programa de inovação, modernização e desburocratização da gestão pública. Entre as atividades, que integram as ações do Vale dos Trilhos, uma política municipal de fomento à inovação, está o fortalecimento dos microempreendedores individuais (MEIs).

O resultado de todo o trabalho desenvolvido pelo Município, por meio da Agência de Inovação e Desenvolvimento, é que Ponta Grossa foi a cidade paranaense que mais formalizou microempreendedores individuais nos últimos 12 meses. Além disso, Ponta Grossa foi reconhecida pelo Sebrae com o prêmio Prefeito Empreendedor do Paraná, pelo trabalho desenvolvido pela Sala do Empreendedor.

Conforme a presidente da Agência de Inovação de Desenvolvimento (AID), Tônia Mansani de Mira, Ponta Grossa conta com 28 mil microempreendedores individuais. Neste ano, foram formalizados mais de 2,9 mil MEIS, sendo 624 apenas no mês de maio. Ela atribui o número significativo de formalização à adoção da lei da liberdade econômica pelo Município. Entre as vantagens, o MEI é dispensado de ato público, não há incidência de taxas e após a abertura, já tem inscrição municipal e pode emitir nota fiscal. Algumas atividades são passíveis de fiscalização, o que pode acontecer posteriormente à formalização. “A pandemia fez com que muitos postos de trabalho fossem extintos, então o que percebemos é que a formalização é uma alternativa de recolocação no mercado de trabalho. Além disso, percebemos em Ponta Grossa um ambiente de negócios muito propício, porque ao mesmo tempo em que temos aumento no número de formalizações, mantemos saldo positivo na geração de empregos formais”, avalia.

De acordo com Tônia, quem pretende formalizar sua atividade, pode acessar a Sala Digital, por meio do site saladoempreendedor.pontagrossa.pr.gov.br/sala-digital, onde é possível conferir tutoriais que explicam o passo a passo para a formalização.

Programas

Segundo Tônia, não há limite no número de MEIs existentes na cidade, mas o desafio é vocacionar as empresas para inovação. Para isso, a Agência de Inovação e Desenvolvimento promove diversos programas, como o Decola, em parceria com universidades, voltados a estudantes que pretendem empreender. Após a formalização, por meio do programa Minha Empresa Legal, o MEI recebe acompanhamento no primeiro ano, incluindo acesso a diversos cursos gratuitos por meio da Sala do Empreendedor; neste ano são 109 capacitações previstas.

Outra opção é a Voe – Aceleradora de Negócios, que oferece duas turmas ao ano, com 60 horas de conteúdo, a partir da utilização de metodologias inovadoras. “O objetivo é que a empresa cresça de maneira sustentável, com maturidade econômica”, explica Tônia. Para o Decole e Voe, as inscrições são online, e podem ser feitas por meio da Sala Digital.

Impulso

Outro programa oferecido é o Impulso, por meio do qual, instituições financeiras públicas e cooperativas de crédito apresentam soluções financeiras e linhas de crédito para impulsionar os negócios. A próxima edição acontece na segunda-feira (27), na Sala do Empreendedor, das 12 às 17 horas.

Além de conhecer as opções disponibilizadas pelas empresas, na oportunidade, os MEIs ainda têm suporte com consultores financeiros para saber se o crédito é benéfico ou pode se tornar uma ameaça. 

Com informações da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa

Conteúdo de marca

Quero divulgar right