'Sandman' estreia na Netflix nesta sexta-feira

Série adapta HQ clássica do escritor Neil Gaiman. Lançamento gera expectativa pelo autor estar envolvido na produção da Netflix e ter aceitado que a obra fosse adaptada

O ator Tom Sturridge, com poucas obras de destaque no currículo,  foi o escolhido para interpretar Morpheus.
O ator Tom Sturridge, com poucas obras de destaque no currículo, foi o escolhido para interpretar Morpheus. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A série ‘The Sandman’, inspirada na obra-prima em quadrinhos, do escritor britânico Neil Gaiman, finalmente saiu estreará pelo serviço de streaming Netflix. Esperada há anos pelos fãs do autor e causando imenso furor na divulgação do elenco, ocorrido em 2021, a primeira temporada abrangerá o volume um da edição definitiva, publicada pela Panini, intitulada Prelúdios e Noturnos.

O primeiro volume da HQ conta com oito histórias em que Morpheus, também conhecido como Sonho dos Perpétuos, enfrentará diversas provações após ser aprisionado por ocultistas e passar setenta anos sob o domínio do grupo, liderado pelo ambicioso Roderick Burgess.

A HISTÓRIA NA SÉRIE

Em Sandman, um mago tenta capturar a Morte para barganhar pela vida eterna, no entanto, acaba prendendo seu irmão mais novo, Morpheus (Tom Sturridge), o Rei dos Sonhos. Temendo por sua segurança, o mago o mantém preso em uma cela de vidro por décadas.

Após sua fuga, Morpheus, também conhecido apenas como Sonho ou Sandman, parte em busca de seus poderosos objetos perdidos. Ele está determinado a trazer de volta a ordem para seu Reino e fará o que for preciso para restaurar seu mundo, agora deteriorado depois de sua ausência.

O CRIADOR

Neil Gaiman nasceu em 1960, na cidade de Portchester, Inglaterra. Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Como jornalista, foi crítico de HQs e, aos 20 anos, teve seu primeiro título publicado, Violent Cases, pela editora inglesa Titan.

Após entrar na DC Comics, Gaiman, a pedido da editora, começou a retraçar o destino de Sandman. De detetive da Sociedade da Justiça, o personagem foi transformado numa entidade divina.

Por 75 números, Gaiman e Sandman foram se tornando cada vez mais famosos. A série tornou-se o carro-chefe do selo Vertigo, destinado a um público geralmente adulto que não queria mais saber de super-heróis. O autor ganhou reconhecimento da crítica ao receber prêmios ao redor do mundo, entre eles o prestigiado World Fantasy Award, geralmente concedidos apenas a obras em prosa

Conteúdo de marca

Quero divulgar right