Programa da Klabin gera emprego e renda em Telêmaco

Ação gerou um aumento de 106% na renda média dos catadores que atuam na coleta de resíduos

Aumento de 106% na renda média dos catadores, além de maior produtividade e melhores condições de saúde e segurança nas operações. Esses são alguns dos resultados do Programa de Resíduos Sólidos da Klabin, que é conduzido em parceria com o Consórcio Intermunicipal Caminhos do Tibagi nos municípios de Imbaú, Ortigueira, Reserva, Rio Branco do Ivaí, Telêmaco Borba e Tibagi.

A iniciativa, que existe desde 2012, este ano passou a ter um trabalho focado nos catadores com o apoio do Programa ViraSer. O objetivo é proporcionar o desenvolvimento das lideranças e a eficiência produtiva de cooperativas e associações, além de fomentar a educação ambiental e a comercialização mais justa, estimulando os empreendimentos a aumentar o volume de vendas e elevar a renda dos trabalhadores.

As equipes Klabin e ViraSer apoiaram a confecção de planos de ação que focaram na produtividade para aumentar a receita mensal dos grupos. E em pouco tempo, os resultados já foram animadores. O trabalho proporcionou a elevação de 106% na renda média dos trabalhadores, além de melhores condições de saúde, higiene e segurança nas operações. 

Com o apoio, a cooperativa de Telêmaco Borba também iniciou a comercialização do vidro, material que até então não tinha destinação adequada ou compradores. O material passou a retornar ao ciclo produtivo, evitando o descarte em aterro sanitário. 

 

Educação Ambiental

A Klabin, as gestões públicas municipais e os cooperados e associados também estão juntos no engajamento das comunidades dos seis municípios. A iniciativa ocorre por meio do desenvolvimento de ações integradas que envolvem a população no consumo consciente e em boas práticas de coleta seletiva. Até o momento, foram realizadas 40 oficinas de educação ambiental para formar multiplicadores, envolvendo 253 educadores e 214 agentes comunitários de saúde e de endemias.

“A correta gestão dos resíduos sólidos é uma questão mundial e de extrema importância para a sociedade. O tema é prioridade nos municípios e a Klabin, consciente de sua responsabilidade nas comunidades onde atua, busca promover a educação e consciência das pessoas de que elas possuem a responsabilidade de destinar corretamente o lixo gerado dentro de casa, tarefa fundamental para o sucesso do Programa de Resíduos Sólidos”, afirma Júlio Nogueira, gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Klabin.

O Projeto de Resíduos Sólidos da Klabin foi recentemente tema do webinar ”Plano Estadual de Resíduos do Paraná - Perspectivas e oportunidades”, evento que ocorreu em agosto e contou com a presença dos gestores públicos ambientais dos municípios envolvidos, além da participação do Instituto Água e Terra e da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná.

  

Sobre o Programa Resíduos Sólidos da Klabin

Desde o início do plano de ação do programa, a Klabin atuou no diagnóstico de resíduos sólidos de cada município, forneceu estruturas como barracões e equipamentos como caminhões de coleta seletiva e materiais para estruturar a correta segregação dos materiais recicláveis em cada local, além de atuar na capacitação dos catadores e formar associações ou cooperativas para organizar o trabalho. A questão de resíduos sólidos também está presente nos “Objetivos Klabin para o Desenvolvimento Sustentável” (KODS), agenda estratégica alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que contém as metas ESG da Companhia, uma delas é a de otimização máxima dos recursos em que resíduos gerem valor ao serem reinseridos nos sistemas produtivos até 2030.

 

Taxa de reciclagem de resíduos da Klabin

Desde 2016, a empresa é parceira da Ambipar, líder no país em gestão ambiental e primeira empresa do setor listada na B3, na Central de Tratamento de Resíduos Sólidos da Unidade Puma. Nos últimos seis anos, a taxa de reúso/reciclagem de resíduos da Klabin saltou de 93% para 98%.  Na empresa, o lodo descartado pelo tratamento de efluentes se transforma em condicionador de solo e outros resíduos substituem o cimento na fabricação de blocos para pavimentação de calçadas e estradas rurais e como corretivos de solo. Com isso, a Klabin consegue beneficiar participantes de seus programas socioambientais, como agricultores familiares e comunidades tradicionais (indígenas). Os resíduos que a empresa gera são tratados e transformados em produtos ou insumos, alguns são entregues para apoiar na produção de hortifruti de pequenos agricultores.


Sobre o Programa ViraSer

O Programa ViraSer está presente em 14 estados brasileiros e atua na articulação de parcerias entre organizações de catadores de materiais recicláveis, poder público, consórcios intermunicipais e empresas signatárias do acordo setorial de embalagens em geral para ações de Logística Reversa que deem destinação correta aos resíduos sólidos recicláveis gerados no país, transformando os municípios brasileiros em cidades mais limpas e sustentáveis.

Além de integrar os diversos atores para o correto gerenciamento dos materiais recicláveis é objetivo do Programa ViraSer a inclusão socioprodutiva dos profissionais da reciclagem, fortalecendo-os como empreendedores de um novo modelo de negócio no Brasil, desenvolvendo estas organizações para maximizarem a geração de trabalho e renda, aumentarem a recuperação da fração seca e contribuírem para a circularidade dos resíduos que recebem. 


Sobre a Klabin

A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única Companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais. Fundada em 1899, possui 23 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Somente no Paraná, gera mais de 10 mil empregos (diretos e indiretos), em mais de 25 municípios próximos das operações da Companhia, principalmente, na região dos Campos Gerais.

A empresa é pioneira na adoção do manejo florestal em forma de mosaico, que consiste na formação de florestas plantadas entremeadas a matas nativas preservadas, formando corredores ecológicos que auxiliam na manutenção da biodiversidade. A área florestal da Companhia no Paraná compreende o total de 342 mil hectares, sendo 142 mil de mata nativa. A Klabin também mantém um Parque Ecológico, na Fazenda Monte Alegre, em Telêmaco Borba, para fins de pesquisa e conservação, atuando no acolhimento e reabilitação de animais silvestres vítimas de acidentes ou maus-tratos, auxiliando o trabalho de órgãos ambientais. Além de contribuir para a preservação da flora e fauna da região, inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável. Na região dos Campos Gerais a Klabin desenvolve boa parte dos seus programas socioambientais, com destaque para “Matas Sociais - Planejando Propriedades Sustentáveis”, Matas Legais, Projeto de Resíduos Sólidos, Programa Caiubi, Força Verde Mirim e Protetores Ambientais.

A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da B3, e em 2020 passou a integrar o Índice Dow Jones de Sustentabilidade, com participação em duas carteiras: Índice Mundial e Índice Mercados Emergentes. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

Cantor ponta-grossense lança nova música

Cantor ponta-grossense lança nova música ...

Confira 3 dicas para fazer intercâmbio na Holanda

Confira 3 dicas para fazer intercâmbio na Holanda ...

Mesmo fora da onda de calor, PR terá dias quentes

Mesmo fora da onda de calor, PR terá dias quentes ...

Jovem executado em casa nesta sexta é identificado

Jovem executado em casa nesta sexta é identificado ...

PG vai vacinar 35 mil crianças contra a covid-19 em PG

PG vai vacinar 35 mil crianças contra a covid-19 em PG ...

PG tem aumento de 60% nos testes do coronavírus

PG tem aumento de 60% nos testes do coronavírus ...

MM auxilia ciclista que percorre o mundo sobre duas rodas

MM auxilia ciclista que percorre o mundo sobre duas rodas ...

Alta no diesel pressiona valor da tarifa no transporte público

Alta no diesel pressiona valor da tarifa no transporte público ...

Árbitros de PG contam sobre 'perrengues' nos gramados

Árbitros de PG contam sobre 'perrengues' nos gramados ...

ANTT informa TCU sobre riscos em novo contrato do pedágio

ANTT informa TCU sobre riscos em novo contrato do pedágio ...

Paranaprevidência encerra 2021 com R$ 7,2 bilhões em ativos

Paranaprevidência encerra 2021 com R$ 7,2 bilhões em ativos ...

O que fazer na saúde para termos um 2022 mais tranquilo?

O que fazer na saúde para termos um 2022 mais tranquilo? ...

Malha ferroviária do PR fomenta aportes da Bunge e Cargill

Malha ferroviária do PR fomenta aportes da Bunge e Cargill ...

Arapoti entrega obras de pavimentação nos bairros

Arapoti entrega obras de pavimentação nos bairros ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS