PUBLICIDADE

Operário empata com o Bahia na estreia da 'Copinha' 2023

Igualdade em 0 a 0 garantiu o primeiro ponto do Fantasma na competição; chuva que caiu desde o primeiro tempo atrapalhou a qualidade do jogo

Duelo chegou a ser paralisado por causa da chuva no ABC Paulista
Duelo chegou a ser paralisado por causa da chuva no ABC Paulista -

Sebastião Neto

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Debaixo de chuva, o Operário Ferroviário estreou com um empate no grupo 25 da Copa São Paulo de Futebol Junior. Jogando no estádio ‘Baetão’, em São Bernardo do Campo (SP), o Fantasma ficou na igualdade em 0 a 0 contra o Bahia na tarde desta quarta-feira (4) e marcou seu primeiro ponto na edição 2023 da maior competição de base de país.

Com o empate entre ponta-grossenses e baianos, a liderança da chave ao final da primeira rodada deve ficar com o vencedor do duelo entre o CSA (AL) e os anfitriões do EC São Bernardo, que duelam a partir das 15h30. Na próxima rodada, marcada para o sábado (7), o time de Vila Oficinas encara o São Bernardo a partir das 13 horas, enquanto CSA e Bahia jogam às 15h30.

‘Polo Aquático’ no ABC

O jogo começou com as duas equipes se estudando e poucas chances de gol para ambos os lados. Logo aos 9’, o Operário precisou fazer uma alteração: após levar uma forte bolada no rosto, Filipe não conseguiu retornar ao gramado e foi substituído por Lucas Rosa. A primeira boa chance do Fantasma foi aos 20, quando Eli ganhou de cabeça de dois zagueiros baianos, mas acabou chutando mascado na sequência do lance.

A melhor chance alvinegra veio quando uma forte chuva, que chegou a paralisar a partida por cinco minutos, começou a cair em São Bernardo do Campo: aos 29’, após cruzamento em uma cobrança de falta da direita, o zagueiro Borech subiu mais alto que todo mundo e cabeceou na trave do goleiro Tiago. Antes do intervalo, o Bahia ainda teve um gol anulado após o atacante Kauan empurrar o zagueiro Amorim antes de balançar as redes.

Mesmo com a chuva dando uma trégua no início do segundo tempo, as muitas poças d’água no gramado sintético do estádio ‘Baetão’ prejudicaram a qualidade do jogo, especialmente o toque de bola, das duas equipes. Entre muitas faltas e cartões amarelos, o Operário ainda teve uma ótima chance com Dudu Mosconi, nos acréscimos, que acabou chutando para fora após estar livre dentro da área.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE