PUBLICIDADE

Padre Kelmon é desligado de Igreja que era vinculado no Peru

Padre Kelmon foi candidato a presidente da República nas eleições deste ano pelo PTB, partido de Roberto Jefferson e aliado de Bolsonaro

Padre Kelmon (foto) não possuía vínculo de sacerdócio com nenhuma igreja do Brasil
Padre Kelmon (foto) não possuía vínculo de sacerdócio com nenhuma igreja do Brasil -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O ex-presidenciável Padre Kelmon (PTB) foi desligado da Igreja Ortodoxa do Peru no Brasil. A informação foi publicada na última sexta-feira (16/12) pela entidade em uma rede social.

“Decidimos cancelar a Provisão 0025/21 conferida ao Pe. Kelmon Luis da Silva. Também informamos que decidimos desencardinar do clero o Pe. Kelmon Luis da Silva e também o Pe. Lucas Soares Chagas. Dessa forma, os mesmos ficam proibidos de ministrar os sacramentos e de falar em nome da Igreja Ortodoxa do Peru-Tradição canônica Síro Ortodoxa Malankara Indiana”, diz a igreja.

O decreto de suspensão é assinado pelo arcebispo metropolitano no Peru e autoridade máxima da Igreja Católica Apostólica Ortodoxa do Peru, Mor Francisco Ángel Ernesto Móran Vidal, e pelo vigário episcopal do Brasil, monsenhor Miguel Phellype.

As informações são do Metrópoles

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE