ANTT atualiza prazos do pedágio pela terceira vez

O programa de concessão foi lançado em fevereiro de 2021 com previsão inicial de assinatura dos contratos em novembro do ano passado

O programa de concessão foi lançado em fevereiro de 2021 com previsão inicial de assinatura dos contratos em novembro do ano passado
O programa de concessão foi lançado em fevereiro de 2021 com previsão inicial de assinatura dos contratos em novembro do ano passado -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) adiou, pela terceira vez, o cronograma da nova concessão de pedágio do Paraná. Agora, os primeiros contratos, dos lotes 1 e 2, serão assinados somente no primeiro trimestre do ano que vem.

O programa de concessão das “Rodovias Integradas do Paraná” foi lançado em fevereiro de 2021 com previsão inicial de assinatura dos contratos em novembro do ano passado, logo que fosse encerrada a antiga concessão.

Em abril de 2021, a ANTT atualizou o cronograma pela primeira vez, após audiência pública, para o segundo trimestre de 2022. Meses depois, quando o projeto foi alterado para o modelo de leilão pela menor tarifa, a data de assinatura dos contratos foi alterada para o quarto trimestre de 2022.

O projeto das “Rodovias Integradas do Paraná” segue parado no Tribunal de Contas da União. Em junho, o auditor do TCU, Cláudio Gomes de Moraes, solicitou à coordenação da Frente Parlamentar sobre o Pedágio, da Assembleia Legislativa do Paraná, o banco de dados que compara o traçado dos projetos da nova concessão de rodovias do Paraná, com o plano diretor dos municípios afetados.

O Tribunal também solicitou que a ANTT atualize os estudos e cálculo, além de apresentar algumas documentações. O que fez o cronograma ser atualizado pela terceira vez.

Lotes do pedágio divididos

A concessão da “Rodovias Integradas do Paraná” é dividida em seis lotes. As assinaturas de contratos de todos eles eles estavam previstas para acontecerem na mesma data. No entanto, nesta última atualização a ANTT dividiu o plano em seis projetos.

A previsão é que contratos dos lotes 1 e 2 sejam assinados no primeiro trimestre de 2023. Enquanto os demais quatro lotes, que ainda estão com documentação pendente, sejam formalizados no segundo trimestre do ano que vem.

Com informações Portal Banda B

Conteúdo de marca

Quero divulgar right