PL confirma candidatura de Paulo Martins ao Senado

Jornalista e deputado federal conta com o apoio do presidente Jair Bolsonaro

Candidato aproveitou para 'alfinetar' Sérgio Moro, líder nas intenções de voto em pesquisas recentes
Candidato aproveitou para 'alfinetar' Sérgio Moro, líder nas intenções de voto em pesquisas recentes -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Partido Liberal confirmou a candidatura do deputado federal Paulo Eduardo Martins para o Senado. Foi na noite desta quarta-feira (3), durante a convenção estadual do PL, que aconteceu em Curitiba.

Martins já havia recebido o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), que prestigiou o evento pessoalmente  e reforçou a parceria. “Eu estou escolhendo e apoiando o Paulo Martins pelo caráter que ele tem, que eu conheço. Honrado, decente, sério e que vai ser um grande senador da República”, declarou o governador.  Em uma mensagem de vídeo divulgada durante a Convenção, o presidente Bolsonaro também cravou o nome do seu candidato ao Senado, para que não houvesse dúvidas: Paulo Eduardo Martins. “Meu velho colega de Câmara dos deputados, que vem dando cada vez mais demonstrações  de quanto ama o Paraná e quanto está afinado também com o futuro do nosso Brasil”.

O agora candidato ao Senado, se mostrou bastante confiante: “ Esses apoios ajudam muito a identificar quem eu sou e de que lado eu estou. Apoio não é favor. Apoio político significa confiança e eu sou muito grato a todos que me apoiam”.

Paulo Eduardo Martins é jornalista, com passagens pela Rede Massa, grupo RIC e, desde início da carreira se destacou por defender pautas da direita. A vida política começou em 2014, quando obteve 63.970 votos e garantiu uma suplência da sua coligação na Câmara Feferal. Em março de 2016, assumiu uma cadeira de deputado. Martins votou pela abertura do processo de impeachment de Dilma Roussef. E ainda foi o por autor da proposta que determinou o fim do imposto sindical.

Na atual legislatura, Paulo Eduardo Martins tem se destacado pelo trabalho afinado com o presidente Jair Bolsonaro, pela defesa da família, das liberdades individuais, das privatizações, da redução da carga tributária, da redução do controle estatal sobre a economia e, principalmente, da democracia. Ele é ainda autor da chamada PEC Suprema, o projeto de Emenda à Constituição que limita poderes dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Paulo Eduardo Martins acredita que ao longo da campanha, os paranaenses vão conhecê-lo melhor, conhecer o seu projeto e a caminhada será vitoriosa. “Estou certo de que no Senado, posso fazer ainda mais do que tenho feito na Câmara, porque lá, o poder é menos diluído. Vou lutar contra o retrocesso vermelho, pela equilíbrio entre os três poderes, pelo Paraná e pelo Brasil. Que Deus nos proteja”, concluiu Paulo Eduardo Martins.

As informações são de assessoria