Caso de perturbação termina com prisão de policial civil

Agente estaria armado, embriagado e reagiu a abordagem da Polícia Militar

Agente estaria armado, embriagado e reagiu a abordagem da Polícia Militar
Agente estaria armado, embriagado e reagiu a abordagem da Polícia Militar -

Banda B

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Agente estaria armado, embriagado e reagiu a abordagem da Polícia Militar

Um policial civil foi preso na madrugada deste domingo (26) em uma festa no bairro Santa Cândida, em Curitiba. Um morador da rua onde aconteceu a festa, que não será identificado, conversou com a Banda B e explicou que o agente chegou a reagir à abordagem feita pela Polícia Militar (PM). Além disso, segundo ele, o homem estaria armado, embriagado e claramente “não respeitou a lei”.

A testemunha explicou que a PM foi até o local após receber uma denúncia de perturbação de sossego. A festa, de acordo com ele, aconteceu em um imóvel, cujo dono já possui o hábito de realizar eventos durante as madrugadas.

Após a PM chegar, morador contou que presenciou o policial civil sendo abordado pela PM e algemado, por não ter acatado as ordens. Diante da resistência, como contou a testemunha, o clima ficou tenso.

“Acordei às 2 horas da manhã com gente berrando. Não é a primeira vez que o vizinho faz isso”, iniciou. “Eu vi ele se jogando na minha frente, caiu com o rosto no chão. Rapidamente, o policial afirmou que estava sofrendo violência, mas até então só estavam passando a algema”, completou.

O policial seria amigo dos proprietários do local. Uma mulher se identificou como a dona do imóvel, mas, conforme a reportagem da Banda B apurou, uma outra pessoa, que também seria proprietária da residência, foi encaminhada à delegacia.

Ainda, o policial civil, que foi preso em Curitiba, teria continuado a onda de desacatos aos PMs após chegar na delegacia. No entanto a testemunha ressaltou que não presenciou este momento na delegacia, embora tenha visto um detalhe intrigante.

“O que me chamou atenção foi que, em determinado momento, após mais de uma hora de espera, o policial preso apareceu machucado. Ele me questionou e algumas meninas que estavam na festa também me perguntaram se eu tinha presenciado ele sendo violentado”, detalhou à Banda B.

No fim, o denunciante afirmou que a PM conseguiu controlar a festa e atendeu a denúncia de perturbação de sossego. “Mas aconteceu algo inesperado, deles terem que lidar com alguém embriagado e armado. Algo que levou à prisão. Ele resistiu a prisão e não respeitou a lei, claramente“, finalizou.

Os dois detidos foram encaminhados à Central de Flagrantes.

Informações da Banda B