PUBLICIDADE

Mulher é alvo de injúria racial dentro do metrô de São Paulo

Polícia investiga caso que ocorreu em um vagão da Linha 1-Azul do Metrô e gerou protestos na estação Ana Rosa

VÍDEO
Mulher branca disse a passageira negra que cabelo dela poderia passar doença | Autor: Da Redação

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Polícia investiga caso que ocorreu em um vagão da Linha 1-Azul do Metrô e gerou protestos na estação Ana Rosa 

Uma mulher branca foi retirada da estação Ana Rosa do Metrô São Paulo escoltada pela Polícia Militar enquanto passageiros gritavam “racista” e “racistas não passaram” no início da noite de segunda-feira (02).

Agnes Vajda teria pedido para Welica Ribeiro “tirar o cabelo” de perto dela porque “poderia passar alguma doença”. O irmão de Welica, que é do Rio de Janeiro, gravou testemunhas confirmando que ouviram a mulher branca cometer o racismo.

Os passageiros do Metrô impediram a saída de Agnes enquanto a Polícia Militar não chegava. A mulher saiu da estação escoltada por policias enquanto os passageiros protestavam. Ela, Welica e o irmão foram para o 27º DP (Distrito Policial) para prestar depoimento, segundo a Folha de S. Paulo.

Com informações: Metrópoles

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE