CimSaúde é referência em atendimento neurológico

No primeiro semestre deste ano foram 1.026 consultas. Em 2021, o ambulatório havia totalizado 190

CimSaúde é referência em atendimento neurológico
CimSaúde é referência em atendimento neurológico -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Campos Gerais (CimSaúde) mais que quintuplicou o atendimento na área da Neurologia. No primeiro semestre deste ano foram 1.026 consultas. Em 2021, o ambulatório havia totalizado 190. Com demanda reprimida, o Consórcio conseguiu aumentar o número de profissionais na área e dar vazão à especialidade. “Hoje contamos com cinco profissionais que realizam atendimento”, conta a diretora, Pâmella Costa.

Conforme o médico neurologista Giuliano Retzlaff, os serviços de média e alta complexidade nos hospitais e centros de especialidades que atendem via Sistema Único de Saúde (SUS) estão lotados e com uma fila de espera por exames e consultas muito longa. “O Consórcio auxilia grandemente para aumentar a oportunidade de atendimento à população, principalmente a mais vulnerável e carente”, avalia, destacando que, devido às filas, muitas vezes, o paciente chega tarde demais para receber o tratamento adequado ou para proporcionar a prevenção de fatores de risco específicos. “Com o atendimento especializado do CimSaúde, podemos realizar o manejo mais correto de determinadas doenças”, completa.

De acordo com o neurologista Roberto Grassi, a população dos Campos Gerais tem uma carência muito grande de médicos especialistas como um todo. “Está cada vez mais difícil conseguir consultas nas diversas especialidades da medicina. O Consórcio vem para amparar os pacientes carentes que necessitam de um atendimento direcionado”, considera. A importância do atendimento em Rede também foi destacado por Grassi. “Muitos desses pacientes estão há anos esperando por uma consulta, e sofrem de doenças que não são corriqueiras do médico da Atenção Primária. O CimSaúde então auxilia no diagnóstico das doenças, que, posteriormente, poderão ser acompanhadas de forma concomitante com o médico na Unidade Básica”, comenta.

Além de contar com a neurologia como referência, o Consórcio de Saúde conta com diversas equipes multiprofissionais para atender seus pacientes. “Uma grande quantidade de especialistas também favorece o processo de resolver mais de uma queixa ou problema do paciente em um mesmo local”, destaca Retzlaff.

Doenças

Na área da Neurologia, existem diversas doenças que necessitam de atenção especial, que a formação dos profissionais da atenção básica não consegue suprir. “Como exemplos podemos citar doenças como epilepsia, Parkinson, ou Alzheimer”, cita Retzlaff. Para o neurologista, é importantíssimo que os pacientes mantenham o atendimento, bem como o seguimento, regular nas Unidades Básicas de Saúde. “Além disso, eles devem assumir responsabilidade sobre o tratamento, fazendo os exames periódicos, para que nas consultas especializadas possamos priorizar os principais problemas do paciente, sabendo que a saúde geral e cuidado já estão sendo feitos de forma satisfatória na Atenção Primária à Saúde”, finaliza.

Da assessoria