Comunidades rurais de Castro recebem água potável

Investimento de R$ 200 mil beneficia mais de 100 famílias

Investimento de R$ 200 mil beneficia mais de 100 famílias
Investimento de R$ 200 mil beneficia mais de 100 famílias -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Investimento de R$ 200 mil beneficia mais de 100 famílias

A Prefeitura Municipal de Castro, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e programa de Saneamento Rural, está perfurando poços semi artesianos e construindo redes de água. Os serviços iniciaram pelas localidades de Podolan, Conceição, Passo dos Bois e Garibaldi. O investimento é de R$ 200 mil, com recursos próprios, e vai beneficiar mais de 100 famílias nestas comunidades que estão entre as mais carentes de água potável.

Na comunidade de Garibaldi as obras já foram concluídas e a água está chegando há quase dois meses na casa de 70 famílias.

Antes de ter a água diretamente nas torneiras de casa, o morador Carlos Gerson Brandt Vicente buscava água na fazenda do patrão. “Tinha que trazer em galões. Não sabia o que era tomar água da torneira. Agora ficou muito bom, temos água à vontade”, disse.

Osmar Evers e a esposa Andressa dos Santos também precisavam andar três quilômetros para pegar água da fazenda do irmão dele. “Agora é outra vida. Era um sofrimento antes, pois tinha que ir longe buscar ou pegar de um poço perto daqui, porém a água era amarelada. Melhorou tudo com a água direto na torneira”, contam.

No Podolan, outra localidade carente de água potável, a rede está próxima de ser concluída com a instalação de 2,5 quilômetros de tubulação para canalizar a água para as casas. E no Passo dos Bois, na região do Tronco, as obras estão em andamento e será licitada a estrutura da caixa d’água.

A Prefeitura está buscando ainda recursos para atender com poços artesianos mais de 70 comunidades. Já estão abertas a licitação para perfuração de mais três poços nas localidades de Santa Leopoldina, Santa Clara e Três Pinheiros.

“Os poços levam mais qualidade de vida para essas famílias que terão a água diretamente em suas casas. Iniciamos com quatro comunidades e estamos estendendo para outras três com a expectativa de levar para o maior número possível de localidades, disse o secretário municipal de Agricultura, Carlos Alberto de Oliveira.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Conteúdo de marca

Quero divulgar right