JM contribui em dinâmica sobre vacinação de crianças em PG

Notícia do Jornal da Manhã que trazia agendamento da imunização de 5 a 11 anos contra a covid no município foi base para conscientização do 4º ano A da Escola Professora Adelaide Thomé

Trabalho realizado em sala foi levado as demais turmas e aos pais
Trabalho realizado em sala foi levado as demais turmas e aos pais -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Notícia do Jornal da Manhã que trazia agendamento da imunização de 5 a 11 anos contra a covid no município foi base para conscientização do 4º ano A da Escola Professora Adelaide Thomé

O 4º ano A da Escola Municipal Professora Adelaide Thomé Chamma, em Ponta Grossa, buscou a conscientização e sensibilização para a vacinação de crianças contra a covid-19. A professora da turma, Eliane Cristina da Silva, comenta os aspectos do trabalho que contou com utilização do Jornal da Manhã, criação de gráficos, cartazes, produção de texto coletivo – tudo para incentivar pais e alunos sobre a importância do tema.

“A ideia surgiu a partir da leitura do Jornal da Manhã, realizada semanalmente e que é sempre seguida pela escola feita pelos alunos de uma das matérias do jornal. Após o estudo, os alunos são incentivos a produzirem textos de variados gêneros”, aponta a docente, que cita que na edição do dia 15 de junho, na notícia sobre a abertura de agendamento da vacinação para crianças de 5 a 11 anos, este foi o tema escolhido pela turma.

Dessa forma, explica a educadora, foi constatado que muitos alunos não sabiam como era o agendamento desta imunização, partindo sobre os passos para realizar o agendamento. “Com ajuda dos pais, foi realizado um levantamento, constatando quantos alunos já tomaram a primeira ou segunda dose da vacina, quais ainda não tinham tomado, quais pais se recusaram a vacinar seus filhos e quais foram os motivos para os casos de recusa”, elenca Eliane.

As informações foram transformados em gráficos, com esta contribuição social, conforme relata a professora, compondo uma campanha com escola e alunos. “O objetivo principal da campanha seria conscientizar para não esquecer e não se ter medo ou receio sobre a vacinação”, complementa a docente.

“Num primeiro momento, realizou-se a leitura da notícia do Jornal da Manhã e do texto coletivo de gênero opinião, produzido pelos alunos. A manifestação foi feita no microfone da escola, para que todas as turmas pudessem ouvi-la”, cita a educadora, que ainda traz os motivos de não ter receio da vacina contra a covid-19, devido a sua eficácia comprovada cientificamente e que, apesar de não ser obrigatória, oferece uma proteção a mais contra uma pandemia que ainda não acabou.

“Cartazes incentivando o agendamento e a vacinação foram confeccionados pela turma e expostos nos portões de entrada da escola. Essa ação, voltada para os pais e comunidade, buscou cumprir o papel social da escola, que vai além de aprender conteúdos para si, mas também contribuir para o bem-estar social”, conclui Eliane.

Acesse o blog escolar da Escola Professora Adelaide Thomé Chamma clicando aqui.