Secretária de Irati aborda investimentos em tecnologia

Jandira Girardi está à frente da Secretaria de Educação de Irati e comenta sobre ações da pasta; gestora dá sequência ao ‘tour’ de entrevistas do projeto do Grupo aRede nos municípios da região

Gestora posicionou como pasta vem atendendo às diversas demandas iratienses
Gestora posicionou como pasta vem atendendo às diversas demandas iratienses -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Jandira Girardi está à frente da Secretaria de Educação de Irati e comenta sobre ações da pasta; gestora dá sequência ao ‘tour’ de entrevistas do projeto do Grupo aRede nos municípios da região

A secretária municipal de Educação de Irati, Jandira Girardi, concedeu uma entrevista ao Vamos Ler – Geração Digital na tarde dessa segunda-feira (13), em live transmitida diretamente dos estúdios do Portal aRede. A gestora é a sexta convidada de uma série especial do projeto de mídia, educação e novas tecnologias do Grupo aRede com os secretários educacionais da região.

O bate-papo com Girardi abordou vários tópicos pertinentes à educação municipal de Irati: a avaliação da gestão desde que a secretária assumiu a pasta; os investimentos realizados em tecnologia para educadores e educandos; a conquista do reajuste salarial; questões voltadas ao transporte escolar; a participação no projeto Vamos Ler – Geração Digital; além das metas, objetivos e recados à população e comunidade escolar iratiense.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: Secretária de Irati traz ações e objetivos na rede municipal

Primeiramente, a gestora avalia como positivo o comando da pasta, levando em consideração desde o segundo mandato do prefeito Jorge Derbli, em janeiro de 2021. “Eu, como secretária e professora, posso dizer que para a Educação está sendo um ano e meio muito proveitoso e benéfico. Nós tivemos, claro, os desafios da pandemia e o maior deles é a defasagem dos nossos alunos. E, para as escolas foi a tecnologia, esse desafio que a pandemia nos mostrou”, aponta Girardi.

Para contornar os desafios da pandemia, a secretária é enfática e cita o amplo investimento tecnológica na educação. “A tecnologia foi um dos principais pontos que vimos que teria que ser mudado nas nossas escolas. Então, o que estamos fazendo: colocando à disposição nessas nossas redes, tanto dos Cmeis, quanto das escolas, as televisões que não tínhamos em todas as salas de aula. Computadores para todas as salas também, para que o professor possa conectar na televisão”, cita a gestora.

O investimento em infraestrutura tecnológica não para por aí: notebooks estão sendo disponibilizados para um trabalho ainda mais abrangente e dinâmico dos educadores. Para complementar, Girardi cita a aquisição em 2021 de outros computadores, além de suporte para impressoras com toners, auxiliando as APMFs que ficaram paralisadas na pandemia.

Tema recorrente nos últimos meses, o reajuste salarial da equipe da Educação foi amplamente comemorado pela secretária. “Eu fico muito feliz, porque o nosso prefeito, a vice, a administração, formam uma parceria muito boa, maravilhosa, junto à Educação. E, foi dado 11% para todos os funcionários da Educação e 22,24% para os professores”, cita a gestora.

Essa busca do reajuste, em conversa com o prefeito, foi para o aumento fosse realizado junto à tabela, tornando o processo mais justo a todos, conforme explica Girardi. “Eu sou professora do município há quase 40 anos e posso dizer para você: nunca tivemos um aumento tão bom como a gente teve desta vez”, complementa a secretária.

Para fechar, a professora e gestora da Educação de Irati fala sobre o transporte escolar, explanado a compreensão em relação às leis e normas que regem o assunto, e enfatizando o objetivo de renovar a frota e gerar mais economia. Ainda, Girardi fala que a pasta já conseguiu reduzir custos neste sentido, com planejamento para melhorar todo o processo logístico.

Vamos Ler

Girardi cita a importância do projeto. Vamos Ler no município e a adesão da rede municipal desde 2021. “O que eu gosto no projeto é mostrar o trabalho que as escolas, nossos alunos, estão fazendo. É uma coisa que para eles chama muita atenção, essa divulgação do trabalho que não sai fora do currículo, que trabalha exatamente o que precisa ser trabalhado”, elenca a secretária. Ainda, a gestora cita a adesão de diretores e professores, o elogio dos pais em relação ao projeto e, claro, sua ajuda nas tecnologias, tema de amplo investimento no município