Vamos Ler destaca projeto de leitura em Guamiranga

‘Ler é viajar’ ocorre nas turmas de terceiro e quinto anos da Escola Rural de Água Branca de Baixo; ações acontecem em sala de aula, biblioteca e na casa dos educandos

Prática estimula interpretação e entendimento da realidade que cerca os alunos
Prática estimula interpretação e entendimento da realidade que cerca os alunos -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

‘Ler é viajar’ ocorre nas turmas de terceiro e quinto anos da Escola Rural de Água Branca de Baixo; ações acontecem em sala de aula, biblioteca e na casa dos educandos

O projeto ‘Ler é viajar’, iniciativa que busca desenvolver uma prática pedagógica para motivar os alunos ao hábito da leitura, além da interpretação do que se é lido, ocorreu nas turmas de 3º e 5º anos da Escola Rural Municipal de Água Branca de Baixo, em Guamiranga. A professora Valdinéia Moleta destaca os principais pontos, apontando que esta iniciativa proporciona momentos extraordinários, agradáveis, provocando o gosto pela diversidade textual.

“Ser capaz de imaginar outras vidas e outros mundos é a grande aventura de multiplicar nossa existência e nela, assim, encontrar um sentido. Ouvir histórias desde a primeira infância é, sem dúvida, o aprendizado das palavras, o estímulo para criar, pela fala e pela escrita, e dominar com propriedade a linguagem”, aponta a docente.

Segundo a educadora, a proposta será realizada durante todo o período letivo de 2022. Haverão atividades extraclasse, “porque acreditamos que é preciso encontrar caminhos e estratégias para que o aprendizado vá além dos limites da escola e das lições de casa”, conforme pontua Valdinéia. Ela complementa citando que todo o entendimento passa pela dificuldade de alunos em consolidas conceitos vistos e sala de aula, associando-os ao que é aprendido em suas realidades.

“Então, não podemos mais pensar em ensino de qualidade sem elaborarmos e incluirmos nos planos de aula um bom projeto de leitura, tanto para a própria escola, quanto para a comunidade como um todo. Onde as dificuldades dos alunos, com relação a leitura, devem ser trabalhadas e enfatizadas em todas as disciplinas, de maneira interdisciplinar, visto que o aluno se utiliza da leitura em todas as matérias proporcionadas no currículo escolar”, explana a professora.

Para fechar, a docente cita que o projeto ocorre com a caixa ‘baú da leitura’ em sala, onde os alunos realizam atividades e na sequência pegam uma obra para ler. De forma semanal, as turmas leem na biblioteca da escola. Ainda, contam com a sacola da leitura, podendo levar um livro para a casa, registrando no caderno da turma o que mais os chamou a atenção, por meio de desenho e escrita.

“A família também é essencial, pois participa, auxiliando e incentivando a criança a realizar a leitura em casa. É gratificante ver a alegria da criança em levar a sacola com o livro para casa e, no dia seguinte, compartilhar com os colegas como foi o seu momento de leitura”, conclui Valdinéia sobre o amplo projeto aplicado nas turmas.

Acesse o blog escolar da Escola Rural de Água Branca de Baixo clicando aqui.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right