Cultura indígena tem reflexão e trabalho em Fernandes Pinheiro

Ações sobre o Dia do Índio, como resgate histórico, confecção de cocares e pinturas faciais ocorreram no 5º ano da Escola Bituva dos Machados

Alunos produziram materiais e se caracterizam em virtude do 19 de abril
Alunos produziram materiais e se caracterizam em virtude do 19 de abril -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Ações sobre o Dia do Índio, como resgate histórico, confecção de cocares e pinturas faciais ocorreram no 5º ano da Escola Bituva dos Machados

O Dia do Índio, comemorado em 19 de abril, teve amplo destaque e trabalho no 5º ano da Escola Municipal Bituva dos Machados. Sob coordenação da professora Letícia Purfírio dos Santos, os alunos puderam comemorar e refletir sobre o tema, conforme aponta o relato da docente.

“Essas atividades deram início assistindo o filme ‘Tainá’ e, após, realizaram um desenho sobre uma cena do filme. Realizaram em conjunto a leitura e interpretação de texto sobre a comemoração do Dia do Índio, entendendo a história contemporânea indígena e porquê é comemorado em 19 de abril”, aponta a educadora.

Letícia remonta que a data vem de uma reunião de delegados indígenas de vários países e étnicas, como do México e Chile, que ocorreu em Pátzcuaro, no ano de 1940 em território mexicano sendo realizado o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, discutindo políticas e direitos dos povos indígenas na América. No Brasil, a data foi ratificada por Getúlio Vargas em 2 de junho de 1943.

“Passou a ser comemorada no ano seguinte e, desde então, nosso país celebra a data com atividades educacionais e divulgação sobre o povo indígena. Escolas e instituições culturais promovem ações e palestras para lembrar a importância desses povos para a formação da cultura brasileira e preservar as tradições e identidade dos índios”, complementa a professora.

Por fim, a docente cita que a turma confeccionou cocares e pinturas faciais, proporcionando aos alunos ampla reflexão e conhecimento acerca da cultura indígena dentro do Brasil. “Os alunos foram instigados a dialogar sobre a cultura indígena, no qual obtiveram o resultado esperado em sala, pois atividades lúdicas sempre despertam mais curiosidade e interesse dos alunos”, conclui a educadora.

Acesse o blog escolar da Escola Bituva dos Machados clicando aqui

Conteúdo de marca

Quero divulgar right