PUBLICIDADE

Denunciados por racismo são afastados pela UEPG

A conclusão da comissão julgadora será encaminhada ao Ministério Público do Paraná

Inquérito disciplinar, instaurado em setembro, foi concluído hoje
Inquérito disciplinar, instaurado em setembro, foi concluído hoje -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Universidade Estadual de Ponta Grossa decidiu pela exclusão dos quadros da instituição dos sete acadêmicos do curso de Agronomia denunciados pela prática de racismo em grupos de mensagens. O inquérito disciplinar, instaurado em setembro e concluído na data desta quinta-feira (22), garantiu aos denunciados o princípio do contraditório e da ampla defesa.

A conclusão da comissão julgadora será encaminhada ao Ministério Público do Paraná, que investiga o caso desde que foi acionado pela instituição, imediatamente após o recebimento da denúncia, em 22 de agosto de 2022. A UEPG ressalta que atua para evitar que casos como este se repitam.

Desde 2019, a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) mantém ativa a campanha “UEPG está de olho”, iniciativa que atua contra todas as formas de assédio e discriminação na instituição. A Prae recebe denúncias pelo (42) 3220 3237 (whatsapp) e [email protected]

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE