PUBLICIDADE

Esgoto ‘invade’ casa de PG; família relata demora da Sanepar

Família cita indignação com atendimento da Companhia; após o Portal aRede entrar em contato com a Sanepar, uma equipe foi direcionada ao local

Esgoto estaria 'invadindo' a residência desde a noite da última sexta-feira (16)
Esgoto estaria 'invadindo' a residência desde a noite da última sexta-feira (16) -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Moradores de uma casa no residencial Barcelona, em Ponta Grossa, estão recebendo dejetos de esgoto desde a noite da última sexta-feira (16). Em razão da falta de atendimento da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), o esgoto ‘invadiu’ a residência e a mobília planejada do local foi danificada. Além disso, Claudia Donha, e seu esposo, passaram à noite tentando limpar o espaço – seus filhos e a avó precisaram se deslocar até um hotel da cidade. A situação permaneceu até por volta das 10h30 deste sábado (17), quando uma equipe da Sanepar teria ido até o local.

Segundo informações repassadas ao Portal aRede, outras casas do residencial já vinham sofrendo situações parecidas, porém, não ao nível em que se chegou no imóvel de Claudia. De acordo com ela, todos os cômodos da casa foram ‘invadidos’ pelo esgoto, inclusive com fezes, o que traz risco à saúde dela e de seu esposo. Ainda conforme Claudia, o problema começou na noite da última sexta-feira (16).

GALERIA DE FOTOS

  • Familiares relataram o desespero pela situação que estaria ocorrendo em sua casa.
    Familiares relataram o desespero pela situação que estaria ocorrendo em sua casa.
  • Esgoto teria se espalhado por todos os cômodos da residência.
    Esgoto teria se espalhado por todos os cômodos da residência.
  • Claudia e seu esposo passaram à noite tentando impedir o avanço do esgoto.
    Claudia e seu esposo passaram à noite tentando impedir o avanço do esgoto.
  • Familiares procuraram o Portal aRede, diante da demora no atendimento da Sanepar.
    Familiares procuraram o Portal aRede, diante da demora no atendimento da Sanepar.
 

Diante disso, ela acionou a Sanepar, que teria afirmado que uma equipe faria o atendimento, devido à urgência – porém, isso somente aconteceu na manhã deste sábado (17), após o Portal aRede entrar em contato com a companhia e explicar a urgência do caso. “Estou indignada. Ilhada dentro da minha, com fezes e a Sanepar me deixa nessa situação. Tive que ficar à noite inteira acordada com meu marido”, disse, antes de uma equipe da Sanepar chegar no residencial Barcelona, que fica na rua Fontoino Xavier Domingos de Magalhães.

Maria Eduarda Rodrigues Donha, filha do casal, também lamentou a situação em sua casa. Segundo ela, a Sanepar teria ido, dias atrás, no residencial. Os serviços teriam sido realizados diante de “problemas parecidos” que estariam ocorrendo em outras casas. Ela, seus dois irmãos e sua avó precisaram passar à noite em um hotel de Ponta Grossa, visto que o esgoto estaria “invadindo” o imóvel.

Outro lado

Após o Portal aRede entrar em contato com a Sanepar e explicar a urgência do caso, uma equipe teria sido direcionada ao local, segundo a assessoria de imprensa. Em nota encaminhada à equipe de jornalismo, a Companhia relata a situação e cita que ressarcirá os estragos ocasionados na residência:

“Equipes da Sanepar estão no Residencial Barcelona atuando na desobstrução da rede coletora de esgoto e na solução de problema de refluxo registrado por um cliente. Todas as providências estão sendo tomadas na limpeza, desinfecção e reparos do imóvel, assim como dos móveis. Vale lembrar que a situação é resultado do mau uso da rede. A obstrução se dá, em geral, pelo lançamento de resíduos, como embalagens plásticas, papel, cabelo e gordura. O refluxo se dá, geralmente, em dias de chuva, com o retorno do esgoto para o próprio imóvel ou para o do vizinho. Isto, porque foi ligada inadvertidamente calhas ou ralos de captação de água de chuva na rede da Sanepar - que não é dimensionada para isso”.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE