PUBLICIDADE

PG se despede do radialista Abib Filho, que morre aos 76 anos

Morte foi confirmada na manhã desta quinta pelo serviço funerário e ex-companheiros de rádio de Abib

Abib estava morando em Rio Azul, mas teve a maior parte da sua carreira feita nas emissoras AM de Ponta Grossa
Abib estava morando em Rio Azul, mas teve a maior parte da sua carreira feita nas emissoras AM de Ponta Grossa -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Uma das principais referências do rádio ponta-grossense na segunda metade do século XX, especialmente a partir dos anos 70, Guilherme Nicolau Abibe, o 'Abib Filho', morreu na manhã desta quinta-feira (24) enquanto estava internado no Hospital Universitário Regional em Ponta Grossa. Abib, que estava com 76 anos, deixa esposa e dois filhos. As causas da morte não foram divulgadas.

Nascido em Prudentópolis, Abib estava morando em Rio Azul, mas teve a maior parte da sua carreira feita nas emissoras AM de Ponta Grossa. "Conheci o Abib no final da década de 70, quando iniciei minha trajetória no rádio, na Rádio Santana, onde ele apresentava o programa 'Alma Brasileira' e também era o diretor. Também apresentou os programas, 'Roda de Chimarrão' e 'Mate Amargo' com muito sucesso, na Rádio Difusora, que era levado aos bairros da cidade. Durante um período, foi responsável pelo serviço de auto falantes da rodoviária. Abib também foi árbitro na Liga de Futebol de Ponta Grossa", contou o ex-colega Nelson Ribeiro da Silva, o 'Chocolate', em publicação nas redes sociais.

"Foi uma longa convivência e de muito aprendizado na sua companhia,  foi companheiro de longas jornadas no rádio", homenageou 'Chocolate'. O corpo de Abib está sendo velado na capela do luto Sant'Ana e o sepultamento está previsto para as 16h30 desta quinta no Cemitério São José. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE