PUBLICIDADE

Acipg se posiciona sobre o processo de Jocelito

Entidade defende que a cidade possa "contar com o mandato determinado nas urnas", ao mesmo tempo que "manifesta apoio total às decisões judiciais"

Jocelito Canto, ex-prefeito de Ponta Grossa.
Jocelito Canto, ex-prefeito de Ponta Grossa. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg) se posicionou, nesta quinta-feira (13), sobre o processo do ex-prefeito Jocelito Canto, que luta na justiça para conseguir assumir o mandato como deputado federal em 2023. 

Jocelito é alvo de uma ação do deputado federal Sandro Alex (PSD), que pede a impugnação da candidatura do ex-prefeito por conta de uma condenação de 2013. Na época, o comunicador foi condenado por ter utilizado um policial em sua segurança particular no período em que esteve à frente da Prefeitura Municipal.

Em nota, a Acipg disse defender e apoiar as decisões judiciais, mas deixou claro o desejo de contar com mais um representante de Ponta Grossa na Câmara dos Deputados. Confira a nota na íntegra:

"Os três pilares do Associativismo são os mesmos pilares que permitem a nossa convivência social, ou, em outras palavras, a existência da sociedade. São eles a liberdade, a democracia e a solidariedade. Dentro da democracia defendemos valores básicos como transparência, equidade, direito à propriedade, ao livre comércio e principalmente à justiça plena.

Por justiça entendemos que nenhuma pessoa ou empresa possa ser penalizada ou imputada a esta uma pena sem que possa exercer o pleno direito à defesa. Da mesma forma, esperamos que culpados sejam punidos exemplarmente, de forma que o fiel da balança da justiça esteja sempre orientado pelos princípios morais, sociais e/ou técnicos cabíveis ao que está sendo julgado.

Assim sendo, no que tange a eleição do último dia 2 de outubro, onde a população em grande parte referendou o nome do candidato Jocelito Canto a uma vaga na câmara deputados federais, a ACIPG, dentro dos ditames de seus princípios e valores, vem a público esclarecer que manifesta apoio total às decisões judiciais, ao mesmo tempo que espera que o peso dos fatos julgados à luz da tecnicidade desejada não atribua ou impute pena maior indevida com base nos parâmetros já existentes nas atuais jurisprudências.

Dentro destas linhas esperamos que a justiça seja aplicada com os devidos pesos, porém, na expectativa de podermos contar com o mandato determinado nas urnas no último pleito com mais um representante da cidade de Ponta Grossa, sempre respeitando as decisões judiciais."

Com informações da Assessoria de Imprensa 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE