PUBLICIDADE

No 'Outubro Rosa', servidoras da UEPG realizam exames

A ação faz parte do cronograma de atividades em alusão ao mês de prevenção e combate ao câncer de mama e colo do útero

A ação faz parte do cronograma de atividades em alusão ao mês de prevenção e combate ao câncer de mama e colo do útero
A ação faz parte do cronograma de atividades em alusão ao mês de prevenção e combate ao câncer de mama e colo do útero -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Hospital Regional da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) iniciou nesta semana a coleta de preventivos em servidoras da instituição. A ação faz parte do cronograma de atividades organizadas em alusão ao Outubro Rosa, mês de prevenção e combate ao câncer de mama e de colo de útero. Nas próximas quatro semanas, equipes irão coletar amostras de rastreamento no HU, Humai e câmpus da UEPG.

A iniciativa surgiu após reunião entre o Hospital Universitário, Ambulatório de Saúde e Ambulatório de Saúde Integrativa. “Nos reunimos para decidir várias frentes da campanha Outubro Rosa e nós do HU ficamos encarregados de fazer preventivos”, explica a enfermeira Rosilda Calixto.

A coleta acontecerá no HU todas as quartas-feiras pela tarde; às quintas-feiras de manhã no Humai e nas segundas-feiras na UEPG Centro e Uvaranas, voltada a servidoras efetivas e terceirizadas. “É uma ação importante para rastrear o câncer de colo de útero, pois sabemos que muitas mulheres deixam de fazer por falta de tempo ou interesse”, ressalta Rosilda. Após coletada a amostra, a instituição encaminhará ao município, o qual dará prosseguimento em caso de detecção de anormalidades.

A recepcionista Larissa Rosa de Paula foi uma das pacientes que garantiu a coleta de preventivo do ano. “A gente precisa se cuidar sempre porque a mulher pode estar exposta a todo tipo de risco, principalmente quando se fala em saúde do corpo”. Ela conta que aproveitou para tirar dúvidas e fazer o exame das mamas. “Faço preventivo periodicamente e aqui fui muito bem atendida, me passaram todos os sinais que preciso estar atenta”.

Governo aumenta oferta de exames e reforça atenção à mulher durante o Outubro Rosa

O exame preventivo feminino é um teste que detecta alterações nas células do colo do útero e serve como forma de rastreamento para outras doenças, conforme explica a enfermeira Maria Helena Ricken, enfermeira no pré-natal de alto risco do HU. “No preventivo, não buscamos apenas o rastreamento do câncer do colo uterino, mas também olhamos todo o panorama vaginal, para ver se há uma doença sexualmente transmissível, infecção ou outra alteração. Assim, já conseguimos encaminhar para a unidade de saúde mais próxima para a continuidade do tratamento”, completa.

Mulheres acima dos 25 anos e com vida sexual ativa devem fazer exames preventivos periodicamente. “Com dois exames consecutivos negativos para malignidade, a paciente pode fazer o preventivo a cada três anos”, explica Maria.

O rastreamento é importante para o tratamento precoce. “O câncer de colo de útero demora de 10 a 12 anos para iniciar os sintomas, é uma doença silenciosa e quando começa a apresentar algo é porque já está muito avançado”, destaca. 

Os principais sintomas do câncer, de acordo com a enfermeira, são sangramento anormal e dores constantes. “O preventivo é a primeira entrada para o rastreamento e detecção, por isso da sua importância, pois o quando antes detectar, o tratamento será mais efetivo”, completa Maria.

As informações são da Agência Estadual

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE