PUBLICIDADE

PG sedia Dia de Campo de Cereais de Inverno nesta terça

Evento, que abordará a importância dos cereais de inverno e os desafios de aumento de produção, é realizado pelo IDR-Paraná, em parceria com a Fundação Meridional e a Embrapa

Trigo é o principal cultivar de inverno na região dos Campos Gerais
Trigo é o principal cultivar de inverno na região dos Campos Gerais -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

As culturas do trigo, aveia e triticale são alternativas viáveis para o cultivo na safra de inverno no estado do Paraná, e se encaixam no plantio em diversos períodos, a partir de abril, dependendo da região de cultivo. A rotação de culturas é altamente desejável e os benefícios da palhada dos cereais de inverno no solo vão desde a proteção contra a erosão, a redução da população de plantas daninhas, a manutenção da umidade e a redução da temperatura do solo, favorecendo os processos biológicos, como o crescimento de raízes, a fixação do Nitrogênio (N).

Considerando a importância dos cereais de inverno e os desafios de aumento de produção e melhoria da qualidade, o IDR-Paraná, em parceria com a Fundação Meridional e a Embrapa, realizará o Dia de Campo de Cereais de Inverno, que ocorrerá no dia 5 de outubro de 2022, no período da manhã, com início às 08h30min, no Polo Regional de Pesquisa e Inovação do IDR-Paraná de Ponta Grossa. Entre o público-alvo estão técnicos e agricultores que atuam com cultivo de cereais de inverno.

Programação

O Dia de Campo é presencial e contará com palestrantes do IDR-Paraná, Embrapa e Fundação Meridional, que irão abordar: (1) Cultivares de trigo e triticale do IDR-Paraná; (2) Cultivares de trigo e triticale da Embrapa; (3) Cultivares de aveia granífera do IDR-Paraná; (4) Cultivares de aveia forrageira do IDR-Paraná; (5) Utilização de cereais de inverno na alimentação animal e (6) Plantas de cobertura e manejo sustentável do solo.

O principal objetivo é que o evento colabore para que os participantes conheçam no campo as excelentes opções de cultivares e manejos afins, bem como a prática de uma agricultura mais sustentável e rentável, com o aumento da área e da produtividade das culturas de cereais de inverno nas próximas safras e com a melhoria da qualidade dos alimentos produzidos - tanto para alimentação humana, quanto animal.

Inscrições e local

As inscrições são gratuitas e feitas no local. Informações poderão ser atendidas pelo telefone (42) 3219-9700.

O Polo Regional de Pesquisa e Inovação do IDR-Paraná em Ponta Grossa está localizado na avenida Presidente Kennedy, S/N, na Rodovia do Café, Km 496, no Vendrami (https://maps.app.goo.gl/9KawkyXHjoNmDx2k9).

Cultivos de inverno no Paraná

O Paraná deve fechar a safra de inverno de 2022, segundo levantamento da Conab, com 1,18 milhões de hectares de trigo e uma produção estimada de 3,88 milhões de toneladas, o que representa um incremento de 21% na produção quando comparado com a safra 2021. A cultura da aveia ocupou 107 mil hectares e terá uma produção de 246 mil toneladas, acréscimo de 13,4% comparado a safra 2021. Outra cultura de destaque no inverno é a cevada, a qual foi semeada em aproximadamente 80 mil hectares e terá uma produção de 372 mil toneladas, 24,8% maior que a safra 2021. Já o triticale deve ocupar uma área de 10 mil hectares e produzir 33 mil toneladas, incremento de 40% quando comparado com a safra 2021.

O Estado do Paraná está evoluindo de modo expressivo no cultivo de cereais de inverno, no entanto, ainda há uma área ociosa de aproximadamente 2 milhões de hectares que poderiam ser utilizadas para produção de cereais de inverno para alimentação humana e animal, as quais ficam em pousio ou com plantas de cobertura no inverno.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE