PUBLICIDADE

Milla destaca conquistas como presidente do Legislativo

No comando da Câmara Municipal de Ponta Grossa desde 2019, Daniel Milla (PSD) fez uma avaliação das principais conquistas e discussões do Legislativo durante os últimos anos

O vereador Daniel Milla em entrevista ao Grupo aRede.
O vereador Daniel Milla em entrevista ao Grupo aRede. -

Marcus Benedetti

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa, Daniel Milla (PSD), encerra seu mandato à frente do Legislativo no final de dezembro. Entretanto, hoje (28), o futuro presidente, Filipe Chociai já toma posse como presidente para o próximo biênio. Em entrevista ao Grupo aRede, Milla fez um balanço dos dois mandatos na presidência da Câmara (2019-2020 e 2021-2022) e destacou as principais conquistas do período. 

Entre essas conquistas, o parlamentar ressaltou a informatização da Câmara Municipal e a economia de recursos nos últimos anos. “Nós tivemos um trabalho muito amplo durante essas duas gestões, fazendo com que a Câmara tivesse uma reformulação geral, desde questões administrativas até questões legislativas. Um dos compromissos que trouxemos há quatro anos foi a informatização da Câmara Municipal e o processo do voto eletrônico. Nós tínhamos um voto nominal chamado pelo 1º secretário, vereador por vereador e os vereadores sabiam da votação de cada um, isso possibilitava conversas e os votos poderiam ser mudados em cima da hora. Hoje não, hoje o voto é eletrônico. Os vereadores só sabem os votos dos outros colegas no final da votação, quando aparece no painel eletrônico. A população espera transparência do seu representante e que os vereadores votem de acordo com suas consciências, não de acordo com o que a maioria quer. Por isso, fizemos toda essa transformação.

CONTAS SEM RESSALVAS

Outra conquista importante da gestão de Milla foi a aprovação das contas da Câmara Municipal sem ressalvas do TCU-PR. Entretanto, o presidente nega que isso seja um mérito da administração. “É um dever nosso, não é nenhum mérito. O presidente da Câmara, o prefeito municipal ou os gestores de dinheiro público tem que ter suas contas aprovadas sem ressalvas ou sem nenhuma reavaliação. É nesse sentido que nós trabalhamos", disse. 

REGIMENTO INTERNO 

Além de uma série de projetos importantes aprovados durante os seus mandatos, Milla lembrou ainda da mudança do regimento interno da Câmara Municipal. “Esse regimento não impacta diretamente a população, mas sim a imagem do Poder Legislativo de Ponta Grossa. Todos estão vendo que existem trocas de farpas entre parlamentares. Dentro desse regimento que criei, para que não tenha esse tipo de acusações sem comprovação, o vereador que entrar com pedido ou denúncia contra outro parlamentar, ele terá 48 horas para comprovação dos fatos. O vereador que tentar entrar nesse jogo de barganha, de extorsão, terá o seu mandato cassado por quebra de decoro ou falsa denúncia”, completa Daniel Milla. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE