Menino leva choque enquanto soltava pipa em vila de PG

Descarga elétrica ocorreu por causa do contato da pipa com fios de alta tensão

Descarga elétrica ocorreu por causa do contato da pipa com fios de alta tensão
Descarga elétrica ocorreu por causa do contato da pipa com fios de alta tensão -

Sebastião Neto

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Uma brincadeira quase virou tragédia na manhã desta quinta-feira (28) em Ponta Grossa. Por volta das 9 horas, um menino de 10 anos estava brincando com uma pipa nas proximidades da rua Horácio Dropa, na Vila Coronel Cláudio, e acabou sofrendo uma descarga elétrica quando o seu brinquedo teve contato com fios de alta tensão. A criança chegou a desmaiar por conta do choque, mas não teve ferimentos graves e foi encaminhada para a UPA Santa Paula.

E se a história não teve um final trágico um dos grandes responsáveis foi o senhor José Alfredo da Silva, de 68 anos; morador da região, ‘seo’ José foi o primeiro a ver o menino desmaiado logo após a descarga elétrica.

Eu estava passando pelo local e vi que o menino estava caído, com o fio da pipa na mão e a língua enrolada. Consegui tirar o fio com um papel e depois desenrolei a língua dele com o dedo, aí ele conseguiu conversar comigo
comenta José Alfredo da Silva -

Além do resgate, José Alfredo revelou que a criança vítima do choque estava brincando com um amigo, que relatou os momentos de tensão após o contato da pipa com a rede elétrica. “[A vítima] me contou tudo que aconteceu e onde morava, levei ele até a mãe e a partir daí chamaram o SAMU. Também conversei com o amigo dele, ele me contou que o menino disse que estava com a mão formigando e logo na sequencia caiu”, disse.

ATENDIMENTO

Equipes do Corpo de Bombeiros, com socorristas do Siate, além dos profissionais do SAMU, foram mobilizados para atender a ocorrência na Vila Coronel Cláudio. “Quando nós chegamos, a criança já estava consciente e apenas com queixas por conta da queda. Na sequência confirmamos que ele não teve nenhuma lesão grave, apenas o desmaio por conta da adrenalina do contato”, explica Luis Henrique, médico do SAMU que estava de plantão.

O profissional destacou que a situação poderia ter sido muito pior caso o choque tivesse continuado pelo contato da mão do menino com o fio da pipa, ou seja, a ação do morador José Alfredo pode ter salvado a vida da criança. “O risco de uma situação dessa se tornar grave é grande, principalmente caso o choque se mantenha, a tensão do fio se mantenha. Uma das consequências mais sérias é a parada cardíaca, é preciso tomar muito cuidado”, destaca.

ALERTA

Em seus canais oficiais, a concessionária Copel destaca os riscos de se soltar pipa próximo da rede elétrica e destaca o perigo da atividade. A empresa responsável pela distribuição de energia em Ponta Grossa ressalta que “soltar pipas, papagaios ou pandorgas perto da rede é muito perigoso. Se enroscarem nos fios, não tente tirar. Também não use material ou fio metálico para fazer pipas, pois conduzem eletricidade”, alerta.