Plano Estadual de Logística será debatido em PG

Reunião para atualização do Plano Estadual de Logística em Transporte – PELT 2035 ocorrerá na tarde desta quinta-feira (28). Plano apresenta obras prioritárias para eliminar gargalos logísticos

Documento possui a maior parte das demandas relacionadas à malha rodoviária paranaense
Documento possui a maior parte das demandas relacionadas à malha rodoviária paranaense -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Reunião para atualização do Plano Estadual de Logística em Transporte – PELT 2035 ocorrerá na tarde desta quinta-feira (28). Plano apresenta obras prioritárias para eliminar gargalos logísticos


Ponta Grossa sedia nesta quinta-feira (28), a sétima de uma série de reuniões realizadas em todo o Paraná para atualização do Plano Estadual de Logística em Transporte – PELT 2035. No encontro, que ocorre no Bourbon Convention Hotel, a partir das 13h30, representantes de entidades do setor produtivo, da sociedade civil organizada e do poder público analisarão todas as obras contidas no plano, apontando quais avançaram nos últimos anos, além de indicar outras intervenções que consideram importantes para aprimorar a infraestrutura da região.

Elaborada em uma construção coletiva que envolveu representantes de diversas entidades, a última versão do PELT foi lançada em 2016. O plano apresenta 97 obras e projetos prioritários para que o Estado elimine gargalos logísticos até 2035, o que resultaria em maior eficiência, menores custos e mais competitividade para o setor produtivo. Do total de intervenções, 60% diziam respeito a rodovias, 15% ao Porto de Paranaguá, 15% a aeroportos e 10% a ferrovias. O material traz ainda informações sobre hidrovias, dutovias e infovias. Essa é a primeira revisão do plano – para a elaboração do primeiro plano, Ponta Grossa também sediou uma reunião, em 2015, para sua elaboração.


PARTICIPAÇÃO

Centenas de lideranças participaram das reuniões onde elas já foram realizadas. A primeira delas, por exemplo, aconteceu em Londrina, no dia 15 de julho, que mobilizou mais de 80 lideranças do Norte do Paraná, onde além de abordar as demandas ferroviárias e rodoviárias, que são praticamente unanimidade entre todas as regiões que sediaram os encontros, foi debatida a demanda de ampliar e modernizar o aeroporto do município. As reuniões do PELT também já foram realizadas em Maringá (dia 19 de julho), Cascavel (20), Francisco Beltrão (21), Pato Branco (22), Guarapuava (27). O último dos encontros será nesta sexta-feira (29), em Curitiba.

Para o coordenador do Conselho Temático de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Vasconcelos, os encontros regionais para atualização do PELT são importantes para que o Estado tenha uma visão de longo prazo que oriente o planejamento na área. “A revisão do PELT, entendendo aquilo em que avançamos e de que forma avançamos, além daquilo que temos que colocar em pauta agora em um ano eleitoral para conseguir fazer um alinhamento com os governantes, é de suma importância”, disse.


INSCRIÇÕES

Lideranças interessadas em participar da reunião devem se inscrever neste link. A última versão da publicação do PELT pode ser acessada por esse link.

Trabalho é coordenado pela Fiep

O trabalho tem coordenação técnica do Conselho Temático de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e conta com a parceria de entidades como o Movimento Pró-Paraná, Instituto de Engenharia do Paraná (IEP) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), além do G7 – grupo do qual fazem parte a Fiep e as Federações da Agricultura (Faep), do Comércio (Fecomércio), das Cooperativas (Ocepar), dos Transportes (Fetranspar) e das Associações Comerciais (Faciap), além da Associação Comercial do Paraná (ACP).

Com informações das assessorias