Madrugada tem sequência de casos de violência doméstica

Situações foram nos bairros de Oficinas e Santa Paula; ocorrências envolveram agressões contra familiares e companheiras

Situações foram nos bairros de Oficinas e Santa Paula; ocorrências envolveram agressões contra familiares e companheiras
Situações foram nos bairros de Oficinas e Santa Paula; ocorrências envolveram agressões contra familiares e companheiras -

Sebastião Neto

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Situações foram nos bairros de Oficinas e Santa Paula; ocorrências envolveram agressões contra familiares e companheiras

Entre o fim da noite de quarta (20) e a madrugada desta quinta-feira (21), três casos de violência doméstica mobilizaram equipes da Polícia Militar de Ponta Grossa (PM). Nas três situações, os policiais conseguiram deter a continuidade das agressões e foram levados para a 13ª Subdivisão Policial, enquanto as mulheres agredidas prestaram queixa dos agressores.

O primeiro caso foi na região de Oficinas, perto da meia-noite, onde uma mulher de 21 anos estava sendo ameaçada de morte pelo próprio tio, de 37 anos, que estava portando uma faca; o suspeito só foi contido após a chegada das equipes da PM. Um pouco mais tarde, perto da uma da manhã, os policiais foram até a região do Santa Paula para verificar uma suspeita de tentativa de invasão de residência: ao chegar no local, constataram que um homem de 39 estava tentando invadir a casa da ex-companheira, de 46 anos.

Além da tentativa de invasão, o suspeito ameaçava a mulher de agredi-la e também estaria com sinais visíveis de embriaguez. Meia hora depois do atendimento no Santa Paula, a Polícia Militar voltou para a região de Oficinas: no local, uma mulher de 37 anos estava para o lado de fora da residência onde teria sido expulsa e ameaçada de morte pelo companheiro de 40 anos. Mais uma vez os policiais conseguiram conter as agressões e encaminhou os envolvidos para a delegacia. 

Com informações da Polícia Militar