PMPG faz mudanças para otimizar transporte coletivo

Mais de 80 medidas no sistema de transporte coletivo interferem em aumento de utilização pela população

Mudanças realizadas pela Prefeitura otimizam transporte coletivo em Ponta Grossa
Mudanças realizadas pela Prefeitura otimizam transporte coletivo em Ponta Grossa -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Mais de 80 medidas no sistema de transporte coletivo interferem em aumento de utilização pela população

Desde janeiro deste ano de 2022, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria de Infraestrutura e Planejamento promoveu cerca de 80 alterações no sistema de transporte coletivo, envolvendo mudanças de rotas, horários e categorias de veículos, com intuito de adequar o sistema ao uso e necessidade dos passageiros.  Somente em julho, foram 14 modificações para melhorar a experiência do cidadão.

Para a prefeita Elizabeth Schmidt, o transporte coletivo de Ponta Grossa passa por uma fase de transformação para melhor atender a população com a redução de tempo de espera, como também na diminuição no tempo dentro ônibus. “As medidas tomadas passam por estudos e avaliações diárias do Departamento de Transporte, sendo embasadas em evidências e também ouvindo a população. Com isso, estamos desenvolvendo um modelo de atendimento dinâmico e eficiente”, disse Elizabeth.

O secretário de Planejamento, Henrique do Vale, comenta que o modelo de transporte coletivo avança em Ponta Grossa com o objetivo de redistribuir e melhorar a rede de atendimento, ou seja, dar mais possibilidades de destinos e horários ao usuário.  “Como exemplos disso, podemos citar estudos constantes de implantação do PLR, as alterações de linhas de modo a diversificar as rotas ofertadas e disponibilizar caminhos e rotas alternativas, ou mesmo, os testes que foram efetuados na Praça Barão do Rio Branco (Ponto Azul), em que os ônibus deixam os trabalhadores e clientes mais perto do comercio e consequentemente, proporcionandom mais rapidez na chegada ao Terminal para as conexões com os demais bairros”, disse o secretário.

Do Vale ressalta que um maior planejamento, agregado a um modelo inovador reflete na qualidade de atendimento ao cidadão. “Um exemplo disso é o ônibus que faz Terminal Nova Rússia ao Terminal Central que antecipou, em média, aproximadamente 4 minutos por viagem. Parece pouco, mas isso impacta de maneira positiva para o munícipe”, disse o secretário.

Entre as principais medidas, neste ano, estão o PLR UTFPR que teve início em fevereiro, o PLR Palmeirinha que começou em março, a linha UTFPR semi-expresso e nova linha Jardim Atlanta no mês de abril, o retorno da linha Barreto ao Corredor Santana no mês de maio, o retorno da linha São Gabriel e o atendimento aos munícipes para adequação da linha São Marcos ao horário de saída do Colégio Borel, no mês de junho. “Sabemos que ainda temos muito o que fazer, como também sabemos que não conseguiremos agradar todo mundo, mas sabemos que trabalhamos para dar uma resposta positiva para a maioria dos cidadãos que utilizam do transporte coletivo em Ponta Grossa”, finaliza a prefeita. 

Aumento de passageiros no transporte coletivo

De acordo com o Departamento de Transporte, Ponta Grossa, atualmente, quase iguala o Índice de Passageiros por Quilômetros Rodados (IPK) de 1,62 de abril de 2019, antes da pandemia, alcançando 1,59. O secretário de Planejamento explica que este é um indicativo muito importante. “Na pandemia chegamos a 0,68 de IPK, ficamos nos momentos de pico de casos de covid-19 por 11 meses com o índice abaixo de 1,0. No entanto, neste ano vivemos uma crescente, acima de 1,4, chegando quase a 1,6. O que representa que o transporte coletivo volta a ser uma opção viável para o povo ponta-grossense. Vamos melhorar ainda mais o serviço para conseguirmos mais pessoas usando ônibus na cidade”, explica Do Vale.

Da assessoria