Sergio Moro cumpre agenda em Ponta Grossa nesta quarta

Independente do cargo em que irá concorrer, Moro já tem pronto um “plano de governo” para apresentar

Viagens pelo estado devem subsidiar o plano de governo a ser lançado nas próximas semanas.
Viagens pelo estado devem subsidiar o plano de governo a ser lançado nas próximas semanas. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Independente do cargo em que irá concorrer, Moro já tem pronto um “plano de governo” para apresentar 

O ex-juiz Sergio Moro visita a cidade de Ponta Grossa na próxima quarta-feira (29). O ex-ministro de Jair Bolsonaro se reunirá com lideranças políticas regionais e municipais, além de ter agendada uma visita à redação do Portal aRede. De acordo com a assessoria de imprensa de Moro, o ex-juiz irá almoçar com empresários da região, visitar a Prefeitura Municipal e, depois, visitar veículos de imprensa durante a tarde.

Ainda sem definir a que cargo concorrerá nas eleições de outubro, Moro cogita entrar na disputa pelo Governo do Estado. Segundo o ex-juiz, a decisão só será anunciada em julho, quando acontecem as convenções partidárias. Mesmo com essas indefinições, Moro montou um “plano de governo”, baseado em cinco eixos: combate à corrupção; segurança; empregos; saúde e educação; e princípios e valores.

"O plano pode servir também em caso de uma candidatura ao Senado, por exemplo", disse o presidente do União Brasil no Paraná, deputado Felipe Francischini. A sigla encomendou uma pesquisa para mapear a avaliação de moro no estado do Paraná.

De acordo com pesquisa da Real Time Big Data, publicada na última segunda-feira (27), a disputa para a vaga única de senador do Paraná está aberta. A pesquisa mostra Moro 7 pontos à frente do até então principal postulante ao cargo, o atual senador Alvaro Dias (Podemos). Moro aparece com 30% das intenções de voto contra 23 pontos de seu ex-padrinho político. Os demais candidatos somam 17% das intenções. 

Nas pesquisas para o Governo do Estado, o atual governador Carlos Massa Ratinho Junior lidera com 42% das intenções de voto. Roberto Requião tem 16%, Flavio Arns 5%, Cesar Silvestri Filho (PSD) fica com 3%, Ângela Machado (PSOL) recebe 1% e Solange Ferreira Bueno (PMN) apresenta 0%. Outros 14% dos eleitores declararam voto nulo ou branco e 19% não souberam ou não quiseram responder.