Operação apreende droga, dinheiro e 400 kg de cobre

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na região central, Uvaranas, Órfãs e Boa Vista

Operação foi realizada pela Polícia Civil e Guarda Civil Municipal
Operação foi realizada pela Polícia Civil e Guarda Civil Municipal -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na região central, Uvaranas, Órfãs e Boa Vista

Em operação conjunta realizada nesta quinta-feira (12), em Ponta Grossa, equipes da Polícia Civil e da Guarda Civil Municipal apreenderam grande quantidade de fios de cobre, além de droga e dinheiro.

A ação das forças de segurança foi realizada com o intuito de investigar crimes de furtos e receptações de cabos de energia elétrica e outros materiais, principalmente de cobre e foi realizada na região central e nos bairros Uvaranas, Órfãs e Boa Vista. No total, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, resultando na apreensão de quase 400 quilos de fios de cobre. Em um dos locais, foram apreendidos ainda cerca de 425 gramas de maconha e cerca de R$ 4.500 em dinheiro. Dois homens foram conduzidos ao plantão da 13ª Subdivisão Policial (SDP), sendo um pela prática de tráfico de drogas e receptação e outro por receptação no exercício de atividade comercial.

Além do cumprimento dos mandados judiciais, diversos estabelecimentos de comércio de sucatas foram fiscalizados, buscando coibir a prática dos crimes. A pena para quem adquire o material de origem ilícita no exercício de atividade comercial pode chegar a oito anos de reclusão.

Além de prejuízos, a subtração dos fios gera grandes transtornos para toda a sociedade, pois causa interrupção de serviços essenciais prestados pelo poder público. Desta forma, a polícia conta com o apoio da população para que realize denúncias, que podem ser feitas através do WhatsApp da 13ª SDP, pelo número (42) 3219-2780, pelo Disque Denúncia, através do 181, ou mesmo pelo 153, da Guarda Municipal. Em todos os casos, a identificação dos denunciantes será mantida em sigilo.

De acordo com a Conexis – que é a Associação das Empresas de Telecomunicações e Conectividade – em 2021 o Paraná ultrapassou o Rio de Janeiro e assumiu a segunda posição entre os estados em que mais ocorrem furtos de cabos. São Paulo é líder. O crime provoca anualmente um prejuízo de R$ 1 bilhão e, só no Paraná, atingiu diretamente cerca de 700 mil pessoas e colocou em risco outras 6 milhões, no ano passado. 

Conteúdo de marca

Quero divulgar right