PUBLICIDADE

Visão de Del Toro torna 'Pinóquio' único e pessoal

O longa passou por 10 anos de produção, onde Del Toro aperfeiçoou story-boards e temas da história.

Del Toro retorna às origens do conto de Carlo Collodi, ao abordar os temas da criança que é rejeitada pelo pai, por não ser aquilo que ele sonhava.
Del Toro retorna às origens do conto de Carlo Collodi, ao abordar os temas da criança que é rejeitada pelo pai, por não ser aquilo que ele sonhava. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O trabalho com animação em stop motion, exige não só dedicação e esmero, mas também uma paixão pelo processo, e não há dúvidas que Guillermo Del Toro tem essa paixão, o diretor passou 10 anos planejando sua adaptação de ‘Pinóquio’, e buscando uma casa para a produção, finalmente a Netflix aprovou o projeto, permitindo o diretor tirá-lo do papel. O resultado é uma obra prima do stop motion, e um Pinóquio que não é mais apenas uma história infantil, e sim uma narrativa muito adulta e madura. 

Em sua versão, Del Toro retorna às origens do conto de Carlo Collodi, ao abordar os temas da criança que é rejeitada pelo pai, por não ser aquilo que ele sonhava. Essa abordagem também é refletida nas escolhas estéticas do filme, ao não retratar o boneco Pinóquio com características físicas de uma criança, como a versão da Disney de 1940. Del Toro tem um histórico como cineasta, de compreender a beleza no monstruoso, no bizarro. Em toda sua cinegrafia o diretor trata deste tema, como a relação amorosa de ‘A Forma da Água’ ou nas criaturas de ‘O Labirinto do Fauno’.

OS TEMAS

Não é só a produção do filme que tem uma conexão pessoal com o diretor, a própria narrativa do personagem reflete a infância de Del Toro, que sempre se colocou como uma criança introspectiva e com dificuldade de se socializar, isso resulta em um roteiro carregado de memórias afetivas, traumas e experiências do cineasta. 

O diretor não trata só dos temas de rejeição entre Pinóquio e Gepeto, mas também através da vila onde a história se passa, Del Toro aborda o medo ao diferente que rapidamente se transforma em ódio e perseguição, além de trazer uma crítica à ditadura, ao situar o filme durante o período de Mussolini na Itália. 

Seja na beleza técnica da animação, na estranheza do mundo construído por Del Toro ou na pessoalidade do cineasta impressa no filme, ‘Pinóquio’ de Guillermo Del Toro, é a melhor adaptação do conto e seus temas de rejeição, pertencimento e a própria mortalidade para o cinema.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE