Confira a coluna RC deste sábado (18/06)

Imagem ilustrativa da imagem Confira a coluna RC deste sábado (18/06)
-

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Confira a coluna RC deste sábado (18/06)

RC ENTREVISTA

MICHELLE DE FÁTIMA MACHADO

Mulher do mês representa a força da reinvenção. Adepta a um estilo de Nossa vida saudável com musculação, ioga e alimentação balanceada, em nada ela lembra a jovem que já brigou com a obesidade e que sofria para perder peso. Na academia encontrou disciplina para a melhora física e psicológica e com isso chega aos 40 anos na plenitude de um corpo saudável, bela e em equilíbrio. 

Michelle de Fátima Machado estuda nutrição, ama gastronomia, é formada em fisioterapia e se realiza no exercício da maternidade de um jovem de 21 anos. Como protagonista do mês, conheça um pouco da sensibilidade, força e capacidade de fazer acontecer através de suas escolhas para uma vida saudável dessa mulher que exibe boa forma e beleza:

RC - Você é uma mulher madura, bela e com muita consciência da necessidade de equilíbrio entre o corpo e a mente. Como é o conceito de vida saudável para você?

Michelle - Comecei inserindo hábitos saudáveis na minha vida porque tinha obesidade, com anos de processos sem sucesso, cheguei a realizar cirurgia bariátrica. Só consegui me sentir bem quando entendi que a gente precisa mudar a mente, ter tranquilidade, calma e paciência pra conseguir amenizar anos de luta sem sucesso

RC - Como seu conhecimento em fisioterapia e gastronomia se fundem num conceito de trabalho na prática?

Michelle - A gastronomia é de fato uma terapia pra quem precisa fazer as pazes com a comida, o processo começa na ida ao mercado escolhendo o que entra em casa, de uma maneira que uma sabor e saúde, ter em casa coisas saudáveis sem aditivos ou super industrializados nos livra de comer sem sentir alimentos que nos causam mal.

A gastronomia une pessoas em momentos felizes, trás aconchego memórias gostosas, agrega sabor, olfato, amor pros momentos entre pessoas que se amam.

RC - Você mantém uma rotina saudável de atividade física, sendo praticante de musculação há mais de 20 anos. O que a atividade física lhe trouxe de ganho e como seu exemplo pode ser compartilhado com outras pessoas? 

Michelle - Hoje com 40 anos devo a musculação toda a isenção de doenças, meu quadro de saúde é sem dúvida invejável, me sinto bem desde a hora que levanto até a hora de dormir sem uma dor, sem sentir necessidade de descanso, isso se referindo a saúde física, mas na saúde mental a musculação não é menos importante. Nos meus quadros depressivos encontrei na atividade física um forte aliado, a disciplina que a musculação pede é um exercício poderoso pra depressão junto com ganhos estéticos que nos trazem bem estar. Vontade de desfrutar de momentos que nos traziam constrangimento por estar habitando um corpo que não trazia felicidade. Eu fico um pouco constrangida quando as pessoas chegam até mim na academia e dizem: hoje lembrei da tua constância e vim sem vontade, agora estou outra pessoa. Me emociono e me sinto orgulhosa.

RC -  Se você é o que você come como manter uma vida equilibrada com tantas opções de comidas fit a disposição do consumidor? Você é a favor da gourmetização dos pratos? 

Michelle - Eu acho que a chave pra uma boa alimentação é o planejamento, na hora de organizar as minhas refeições procuro trazer pra casa sempre os alimentos mais frescos possíveis, colocar no prato uma fonte de carboidrato, proteína e muitos legumes e saladas, mas como isso nem sempre é possível opto por comida de verdade, evito lanches e alimentos industrializados, eu realmente não sou a mulher dos lanchinho, gosto de arroz e feijão, uma boa carne mais magrinha. Pra mim hoje em dia não é uma tortura me alimentar saudável, é uma opção que me trás muitos benefícios, sobre gourmetização não acho que de pra se aplicar na rotina de todos, sou a favor de experimentar novos sabores, viagens gastronômicas e valorização dos profissionais que estão envolvidos na entrega dos alimentos, desde o produtor até nosso consumo, a comida tem sempre uma história pra nos contar, é uma poesia.

RC - A política é um tema recorrente e muito se fala da presença das mulheres na política. Frente ao pleito eleitoral como você se define? 

Michelle - Não sou ativa, mas me alegra as pessoas reconhecerem e darem espaço pras mulheres fortes que querem agregar.

RC - Como foi ter seu dia de modelo? Em que esse momento como personagem principal dessa publicação mexeu com sua autoestima?

Michelle - Desde que consegui ter um emagrecimento sustentável sem prejuízo psicológico tenho orgulho do meu corpo, é uma utopia o tanto que fiquei tranqüila e confortável, as pessoas presentes estavam com um propósito de me deixar o mais confiante possível, eu não casei, nunca tive festa de aniversário topei fazer as fotos e me entreguei pra começar meus quarenta anos realizando esse registro, não fiz nenhuma dieta pro dia, nem grande produção, fui com o cabelo natural e pouca maquiagem pra me enxergar o mais próximo do meu dia a dia. Foi formidável, não sei se me sai bem, mas a alegria foi incalculável. Difícil colocar em palavras, obrigada a todos.

DIRETAS

Ser mulher: amor 

Maternidade: se me desse 5 segundos pra responder eu responderia: melhor coisa da minha vida, e se me desse 5 anos pra responder, a resposta seria a mesma.

Sonho realizado: minha saúde.

Desejo: ajudar pessoas a encontrarem a felicidade em se cuidar. 

Medo: tantos, cada dia um.

Uma música: Close to the Edge 30 seconds to mars.

Uma viagem inesquecível: fico em dúvida entre Orlando e Fernando de Noronha.

Espiritualidade: respeito todas.

Livro de cabeceira: mentes que amam demais, Ana Beatriz Barbosa Silva.

STAFF:

LOCAÇÃO: LA BELLI MASTER HALL

FOTOGRAFIA: LAERTES SOARES

VIDEO: FF FILMS

ROUPAS: VIBE CLOTHING

CALÇADOS: AREZZO

ACESSÓRIOS: LA PAIRE JÓIAS

DIREÇÃO GERAL: RÔMULO CURY

Conteúdo de marca

Quero divulgar right