Tibagi se consolida como capital nacional do trigo

O município colheu 111 mil toneladas em 2020, em uma área total de 30 mil hectares, ou pouco mais de 15% de toda a produção paranaense do cereal

A combinação de clima, altitude, fertilidade e sanidade faz do trigo produzido em Tibagi, nos Campos Gerais, referência para o País. Quem diz isso tem know-how no assunto, é considerado por muitos uma espécie de catedrático da região. Guilherme Frederico de Geus Filho mal nasceu e já começou a percorrer os campos de trigo da propriedade.

Conta, com orgulho, que ainda menino de tudo já acompanhava o pai na lavoura. E se divertia entre os ramos dourados. Criou tanto amor pelo cereal que fez disso a sua profissão. Engenheiro agrônomo desde 2010, ele toca o dia a dia da fazenda, sempre sob a supervisão e os olhos atentos do patriarca.

A cada inverno, reserva um espaço entre 600 e 800 hectares para a cultura, o que rende uma colheita de até 3.600 toneladas, integralmente comercializada com a cooperativa Frísia. “É o que temos de mais forte na época de frio. E Tibagi é ainda mais privilegiada, com uma combinação perfeita de fatores que favorecem o trigo plantado aqui”, afirma ele, destacando que os diferentes negócios do grupo empregam 20 pessoas na região.

“Da cooperativa o nosso trigo ganha o Brasil e o mundo”, ressalta.

Os números corroboram a explicação do agricultor. Ninguém produz mais trigo no Paraná e no Brasil do que Tibagi, cidade com população estimada em 20,6 mil habitantes pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), o município colheu 111 mil toneladas em 2020, em uma área total de 30 mil hectares. Ou pouco mais de 15% de toda a produção paranaense de trigo.

“Tudo começou com meu avô, um holandês que veio para o Brasil e se estabeleceu em Tibagi. Hoje eu toco uma plantação de 160 hectares, que rende cerca de 400 toneladas de trigo por ano”, conta o agricultor Fredy Nicolaas Biersteker.

Impulsionado pelo trigo, Tibagi passou a figurar no seleto grupo dos bilionários no somatório das riquezas produzidas pelo campo – conjunto formado por aqueles municípios que alcançaram valores superiores a R$ 1 bilhão no Valor Bruto da Produção Agropecuária (VPB). A cidade alcançou R$ 1,26 bilhão.

Toledo (R$ 3,48 bilhões), Cascavel (R$ 2,27 bilhões), Castro (R$ 2,26 bilhões), Guarapuava (R$ 1,60 bilhão), Marechal Cândido Rondon (R$ 1,47 bilhão), Santa Helena (R$ 1,35 bilhão), Assis Chateaubriand (R$ 1,34 bilhão), Dois Vizinhos (R$ 1,34 bilhão) e Palotina (R$ 1,32 bilhão), Carambeí (R$ 1,17 bilhão), São Miguel do Iguaçu (R$ 1,16 bilhão), Nova Aurora (R$ 1,08 bilhão) e Piraí do Sul (R$ 1,02 bilhão) completam o ranking.

DESEMPENHO ESTADUAL – O trabalho da turma de Tibagi isola o Paraná como maior produtor de trigo do País. Foram 3,2 milhões de toneladas no ano passado, pouco mais da metade de tudo o que foi colhido no País – 6,2 milhões de toneladas. Com isso, dentre o faturamento das principais culturas locais, o trigo foi o que teve o maior incremento no Valor Bruto da Produção (VPB), passando de R$ 1,92 bilhão para R$ 3,59 bilhões de 2019 para 2020. O crescimento real de 87% foi impulsionado pela produção 39% superior aliada aos preços valorizados, cuja média da saca passou de R$ 46,93 para R$ 67,99.

“Por causa do dólar alto, o mercado está mesmo muito bom. Não podemos reclamar”, afirma Biersteker.

Rendimento que segue alto. A projeção da Seab aponta para 3,7 milhões de toneladas, meio milhão a mais ao que foi colhido em 2020. “Em que pese a pandemia e as condições climáticas não tão favoráveis, a produção agropecuária paranaense foi bastante razoável e os preços acompanharam boa parte da evolução das principais commodities do mundo, o que trouxe renda para os agricultores e esse crescimento expressivo”, destaca o secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

“O Paraná tem ciência, conhecimento e materiais que nos permitem apoiar as culturas de inverno, reduzir nossa dependência de importação, reduzir os custos e aumentar a renda”, acrescenta.

 

Operário enfrenta o Real Noroeste na Copa do Brasil

Operário enfrenta o Real Noroeste na Copa do Brasil ...

PG completa um ano de vacinação: o que mudou?

PG completa um ano de vacinação: o que mudou? ...

Ah, como dói quando falta esperança

Ah, como dói quando falta esperança ...

Comércio de PG tem resultado superior à média do Paraná

Comércio de PG tem resultado superior à média do Paraná ...

Copel construirá subestações em Ponta Grossa e em Castro

Copel construirá subestações em Ponta Grossa e em Castro ...

Irati e União da Vitória buscam melhorias na área de segurança

Irati e União da Vitória buscam melhorias na área de segurança ...

Guamiranga aplica recursos para qualificar a educação

Guamiranga aplica recursos para qualificar a educação ...

Carambeí garante investimento para o novo Mercado Municipal

Carambeí garante investimento para o novo Mercado Municipal ...

Capa da edição desta terça-feira (18/01/2022) do JM

Capa da edição desta terça-feira (18/01/2022) do JM ...

Telêmaco terá investimento de R$ 3 milhões em pavimentação

Telêmaco terá investimento de R$ 3 milhões em pavimentação ...

Castro avança em obras de pavimentação nos bairros

Castro avança em obras de pavimentação nos bairros ...

Projetos sociais na região são custeados pela Klabin

Projetos sociais na região são custeados pela Klabin ...

Piraí do Sul traça metas para desenvolver o turismo local

Piraí do Sul traça metas para desenvolver o turismo local ...

Mais de 80% dos pequenos negócios do Paraná usam PIX

Mais de 80% dos pequenos negócios do Paraná usam PIX ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS