Região espera colher 48,1 mil toneladas de cevada

Especialistas estimam crescimento de 14% no rendimento do grão em relação à safra do ano passado, mas estiagem começa a preocupar produtores.

O período de estiagem na região dos Campos Gerais começa a preocupar os produtores de culturas de inverno. Completando neste sábado (28) 31 dias sem chuvas consideráveis para o plantio, os produtores de cevada ainda aguardam para realizar a adubação da terra.

Apesar dos problemas enfrentados com a seca, a expectativa de colheita ainda é favorável. De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria do Estado da Agricultura e do Abastecimento, devem ser colhidas 48,1 mil toneladas de cevada durante esta safra. O número é 13% maior em relação à colheita do ano passado, que registrou quase 37 mil toneladas.

Em relação à área plantada, o número caiu levemente na região – saindo de 11,13 mil hectares no ano passado para 11 mil hectares em 2018. No entanto, a alta na produção é puxada pelo rendimento previsto por hectare, que subiu das 3,3 toneladas do ano passado para 3,8 toneladas este ano – apresentando um aumento de 14%.

De acordo com o economista do Deral, Luiz Alberto Vantroba, o maior problema em relação à falta de chuvas na região diz respeito ao manejo do adubo nitrogenado, que depende da umidade do solo para ser aplicado. “A germinação na região foi boa e as plantas ainda se mantem por conta do orvalho, que derretem durante o início do dia e auxiliam na umidade do solo. No entanto, ele [orvalho] sozinho não é o suficiente para garantir a aplicação do adubo nitrogenado”, conta Vantroba.

Conforme explica Fábio Schmidt, proprietário da empresa Protecta, que faz o fomento do cultivo de cevada na região, o problema no plantio da cultura não está tão ligado, no momento, à falta de chuvas, mas sim às temperaturas elevadas que prejudicam as plantas. “O calor faz com que o processo de evaporação seja mais rápido”, explica.

De acordo com Schmidt, ainda não foram registradas perdas na região por conta das condições climáticas. No entanto, se o período de estiagem continuar, o cenário deve ser diferente. “Esperamos chuvas para os próximos dias. Caso contrário, mais uma semana de estiagem já pode prejudicar as plantações. É difícil prever, mas pode ser que aconteça”, conta.

Estiagem preocupa produtores de trigo

De acordo com o economista do Deral, Luiz Alberto Vantroba, a cevada é um pouco mais resistente que o trigo em relação às altas temperaturas – apesar de que o clima quente prejudica as duas culturas. Sendo assim, quem deve sentir primeiro os problemas da estiagem, caso ela permaneça, são os produtores de trigo. Na região, a expectativa é de que sejam colhidas 403,9 mil toneladas de trigo, número 3% maior que em relação ao ano passado.

Diretor da rede Condor participa de reunião na Acipg

Diretor da rede Condor participa de reunião na Acipg...

Erros perigosos na nova lei de internação forçada

Erros perigosos na nova lei de internação forçada...

Promovendo desenvolvimento

Promovendo desenvolvimento...

Centro de Tecnologia Klabin obtém reconhecimento internacional 

Centro de Tecnologia Klabin obtém reconhecimento internacional ...

Charge da edição desta quarta-feira (26/06/2019) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (26/06/2019) do JM...

Criança leva choque ao esbarrar pipa em fios de alta tensão

Criança leva choque ao esbarrar pipa em fios de alta tensão...

PG concede 940 toneladas de calcário para agricultura familiar

PG concede 940 toneladas de calcário para agricultura familiar...

Banco do Brasil arrecada mais de 300 agasalhos e doa à SOS

Banco do Brasil arrecada mais de 300 agasalhos e doa à SOS...

Confira o seu horóscopo para esta quarta-feira (26/06)

Confira o seu horóscopo para esta quarta-feira (26/06)...

Carro com pacientes bate em caminhão na BR-277

Carro com pacientes bate em caminhão na BR-277...

Musicoterapia faz parte da rotina das UTIs do HU

Musicoterapia faz parte da rotina das UTIs do HU...

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (26/06)

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (26/06)...

Aluna da UniSecal fica em 3º lugar em projeto empreendedor

Aluna da UniSecal fica em 3º lugar em projeto empreendedor...

Paraná confirma mais casos de mortes por dengue

Paraná confirma mais casos de mortes por dengue ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS