Mais de 4 mil famílias superam vulnerabilidades sociais no PR

Famílias conquistaram autonomia e condições de autossustento. Elas são desligadas do programa 'Nossa Gente Paraná', mas continuam atendidas em Assistência Social, Saúde, Educação, Trabalho, Habitação, Segurança Alimentar e Nutricional.

O programa 'Nossa Gente Paraná' está iniciando o processo de desligamento de 4,4 mil famílias de todo o Estado que já alcançaram a superação das vulnerabilidades sociais identificadas no diagnóstico inicial, conquistando maior autonomia, protagonismo e condições de autossustento. “A família é desligada do programa, não dos serviços”, explica o secretário da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

O afastamento do programa é uma passagem para um novo patamar, ou seja, a família deixa de estar entre as que requerem um acompanhamento mais intensivo e sistemático, mas continua a ser atendida pelos serviços oferecidos pelo município e pelo Estado nas políticas de Assistência Social, Saúde, Educação, Trabalho, Habitação, Segurança Alimentar e Nutricional.

As 4,4 mil famílias em processo de desligamento fazem parte de um total de 34,5 mil famílias incluídas no programa. “Os números demonstram bons resultados na melhoria da vulnerabilidade”, salientou Leprevost, observando a importância de continuar a oferecer todos os benefícios às famílias, para impulsionar, cada vez mais, a melhoria da qualidade de vida.

O 'Nossa Gente Paraná' é o principal programa do Governo do Paraná para reduzir a pobreza no Estado. Reúne ações de 19 secretarias e empresas estaduais – além dos municípios, que são importantes parceiros. A coordenação é da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, atendendo a uma diretriz do governador Ratinho Junior para garantir a emancipação das famílias que vivem em situação de vulnerabilidade e risco social.

O programa prevê que a família incluída seja acompanhada por dois anos, quando são desenvolvidas as ações necessárias para promover a superação das vulnerabilidades identificadas no diagnóstico e ao longo do processo. Uma vez cumprido o objetivo do acompanhamento – ou seja, a superação das situações de vulnerabilidade –, a família pode ser desligada.

Para que ocorra o desligamento, após dois anos a família deve ter atingido a melhoria do índice de vulnerabilidade, a eliminação de situação de trabalho infantil, frequência de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos na escola, carteira de vacinação em dia para crianças até um ano de idade,  acompanhamento pré-natal de gestantes, membros da família com diabetes e hipertensão atendidos pelo serviço de saúde, água potável no domicílio, crianças e adolescentes com certidão de nascimento e maiores de 14 anos com RG e renda familiar per capita mínima de R$ 89,00.

"O desligamento da família não implica em perda do complemento estadual ao programa Bolsa Família", explicou Letícia Reis, coordenadora do programa 'Nossa Gente Paraná'.

Cliente leva tiro em casa noturna de PG

Cliente leva tiro em casa noturna de PG...

Bandidos usam carro para destruir fachada de loja em PG

Bandidos usam carro para destruir fachada de loja em PG...

PG lança campanha de adesão a nova Carteira de Trabalho Digital

PG lança campanha de adesão a nova Carteira de Trabalho Digital...

Castro disponibiliza aplicativo para acesso a serviços

Castro disponibiliza aplicativo para acesso a serviços...

CRLV eletrônico começa a ser emitido no Paraná

CRLV eletrônico começa a ser emitido no Paraná...

Projeto do novo calçadão do Centro Histórico será licitado

Projeto do novo calçadão do Centro Histórico será licitado...

Charge da edição desta quinta-feira (06/02/2020) do JM

Charge da edição desta quinta-feira (06/02/2020) do JM...

Confira seu horóscopo para esta quarta-feira (05/02)

Confira seu horóscopo para esta quarta-feira (05/02)...

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (05/02)

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (05/02)...

Confira a coluna RC desta quarta-feira (05/02)

Confira a coluna RC desta quarta-feira (05/02)...

Cidade que educa, escolas que humanizam

Cidade que educa, escolas que humanizam...

Oferta de emprego em alta

Oferta de emprego em alta...

Charge da edição desta quarta-feira (05/02/2020) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (05/02/2020) do JM...

Exportações de PG somam R$ 173,3 mi em janeiro

Exportações de PG somam R$ 173,3 mi em janeiro...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS