Acipg é contra o uso de verba municipal para fortalecer polícia

Instituição critica projeto que autoriza Prefeitura custear despesas das Polícia Civil e Miliar. Medida está em tramitação na Câmara Municipal.

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg) se manifestou contrária ao projeto de lei 384/2019 que autoriza previamente a criação de um Programa de Fortalecimento da Polícia Civil e Militar no município de Ponta Grossa, proposto pelo vereador, pastor Ezequiel Bueno (Republicanos). Para a Associação, as forças de segurança estaduais são de obrigação do governo do Estado manter, e não do município que já tem sob sua responsabilidade a Guarda Municipal.

De acordo com o projeto de lei, o programa tem como objetivo realização de despesas por conta de recursos livres do Município para fins de fortalecer as ações da Policia Civil e Militar, através da compra de material de consumo, contratação de estudos e projetos técnicos de prevenção e combate à criminalidade, contratação e serviços de transporte para policiais vindos de outras localidades, manutenção de veículos assim como locação, conservação e manutenção de imóveis, e aquisição e manutenção de equipamentos.

O presidente em exercício da Acipg, Estefano Stemmer Júnior, disse que a instituição sempre foi sensível às necessidades das forças de segurança em Ponta Grossa, bem como através do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), auxilia a Polícia Civil, Científica e Militar, como também o Corpo de Bombeiros.  “A Acipg juntamente com o Conseg realizou recentemente um bazar com itens da Receita Federal com o objetivo de levantar recursos para projetos enviados por estas organizações. Através do Conseg, a Acipg já custeou a manutenção de veículos da frota, comprou motocicletas, realizou pequenas reformas, entre outras benfeitorias necessárias”, explica.

No entanto, a Acipg acredita que esta proposição não deveria ser aprovada em virtude de o Município ter outras atribuições que poderiam ser prejudicadas pela medida. “Além disso, o projeto tem vício de origem. Deveria ser proposto pelo prefeito por autorizar despesas ao município. Isto não é função do vereador”, ressalta o presidente da ACIPG em exercício. 

Stemmer Júnior lembra que a Acipg já foi responsável pela Ação Direta de Constitucionalidade (ADIN), baseada em decisão do Tribunal de Justiça do Paraná para a suspensão do Funrebom, que era uma taxa municipal em que os recursos eram destinados ao Corpo de Bombeiros. “Da mesma maneira agora, o cidadão já paga os tributos estaduais que deveriam dar conta da manutenção tanto da Polícia Militar, quanto da Polícia Civil. Não faz sentido a utilização de recursos municipais para uma função que é do estado”, pondera Stemmer Júnior, que entende que o projeto deveria receber parecer contrário da Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação.

Vereador fala em ‘contrapartida’ por serviço

Em entrevista ao portal aRede, o autor do projeto de lei, vereador Pastor Ezequiel Bueno, concordou que a obrigação em custear o serviço é do Estado, mas afirmou que a prefeitura poderia oferecer uma contrapartida pelo trabalho prestado no município. “É o mesmo caso da construção de hospital por parte do governo do Estado, por exemplo, em que o Poder Executivo auxilia com parte do valor. Já que os policiais prestam serviço pela nossa cidade, seria justo que também fossem contemplados com recursos livres”, explica. Além disso, o vereador ainda citou que o projeto de lei em questão apenas autoriza o Município a criar o programa, e não obriga a criação. “Fica a critério do Executivo a criação”, conta.

Em duelo de opostos, Operário encarara o Paraná Clube

Em duelo de opostos, Operário encarara o Paraná Clube...

2º Cross Duathlon fomenta o turismo na represa Alagados

2º Cross Duathlon fomenta o turismo na represa Alagados...

Portal aRede inicia projeto de podcasts diários: TanaRede

Portal aRede inicia projeto de podcasts diários: TanaRede...

Briga por comissões pauta primeira sessão ordinária

Briga por comissões pauta primeira sessão ordinária...

PG tem mais de 160 pessoas em busca de adotar filhos

PG tem mais de 160 pessoas em busca de adotar filhos...

Confira seu horóscopo para este Sábado (15/02)

Confira seu horóscopo para este Sábado (15/02)...

Globo tem “O Anjo de Hamburgo” como uma de suas produções mais arrojadas

Globo tem “O Anjo de Hamburgo” como uma de suas produções mais arrojadas...

Rudolf Polaco propõe 'Operação Bairros' em Ponta Grossa

Rudolf Polaco propõe 'Operação Bairros' em Ponta Grossa...

Vencedor de 'MasterChef - A Revanche' volta à Ponta Grossa

Vencedor de 'MasterChef - A Revanche' volta à Ponta Grossa...

Kalinoski se reúne com a SESA por retomada de obras em UBS

Kalinoski se reúne com a SESA por retomada de obras em UBS...

Professor de PG produz maquetes em miniatura de blocos de Carnaval

Professor de PG produz maquetes em miniatura de blocos de Carnaval...

Pequenos negócios estão otimistas com a economia

Pequenos negócios estão otimistas com a economia...

Willem Bouwman assume presidência da Castrolanda

Willem Bouwman assume presidência da Castrolanda...

Atelier Fernanda Nadal promove curso de moda

Atelier Fernanda Nadal promove curso de moda...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS