PUBLICIDADE

Projetos educacionais investidos pelo iFood beneficiam entregadores

Atualmente, 50 vagas em formato remoto estão disponíveis no Programa Vamo AI; saiba como se inscrever

Os cursos promovem aprendizados em diferentes áreas como empreendedorismo, legislação no trânsito e entre outras
Os cursos promovem aprendizados em diferentes áreas como empreendedorismo, legislação no trânsito e entre outras -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Como empresa brasileira e com o propósito de levar cada vez mais a educação como forma de apoiar seus parceiros com oportunidades de desenvolvimento, em 2022 mais de 65 mil entregadores cadastrados e ativos na plataforma participaram de cursos disponibilizados pelo Decola – plataforma de ensino do iFood –, promovendo aprendizados em gestão financeira, empreendedorismo, legislação no trânsito dentre outros temas, além de terem acesso a bolsas de estudo para formação no ensino médio, capacitações em tecnologia e o ensino da língua inglesa. 

“Investimos muito em educação e queremos incluir e promover também mais oportunidades para os entregadores se desenvolverem. Para o próximo ano nossa meta é ampliar esse número, e também diversificar as opções de aprendizado – seja com a nossa plataforma iFood Decola, com bolsas de estudo e/ou outros cursos e atividades culturais”, explica Luanna Luna, head de educação no iFood.

Uma das demandas tem sido por cursos de preparação para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, o Encceja. Em parceria com a Descomplica e com a empresa Termine seus Estudos, o iFood passou a oferecer bolsas de estudos para os entregadores e as entregadoras se prepararem para a prova, cujo teste dá direito ao certificado de conclusão (ou diploma) do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Foram mais de 5 mil inscritos esse ano, entre eles Elaine Zulato que conseguiu concluir com 55 anos sua formação, e Gesse da Silva, que agora também quer trabalhar com tecnologia. Destes, 950 passaram na prova e concluíram o ensino médio.

A alta demanda responde a uma necessidade identificada pela plataforma em uma pesquisa realizada com os trabalhadores cadastrados. Cerca de 28% dos entregadores que rodam no app ainda não concluíram essa etapa de formação escolar. 

Além disso, já disponibilizamos 2.380 bolsas de estudos em tecnologia específicas para entregadores, como programação. O objetivo é dar acesso a todos que queiram se especializar nessa área, olhando para oportunidades nesse mercado para o futuro profissional. 

A plataforma iFood Decola oferece, hoje, mais de 100 cursos para entregadores sobre diversos temas e com parcerias relevantes, como Favelado Investidor, Empreende Aí e Inventivos, com Monique Eleve. E como incentivo para que os entregadores façam os cursos, o iFood, em parceria com a MetLife, sorteia premiações em dinheiro, e Tiago Francelino já foi um dos ganhadores do prêmio máximo, de R$ 20 mil.

Os projetos apoiados e liderados pelo iFood fazem parte do propósito da companhia de alimentar o futuro com a educação sendo um meio essencial para construir um país mais próspero e menos desigual. Em até cinco anos, iFood prevê impactar na formação e empregabilidade de 25 mil pessoas de públicos sub-representados e de baixa renda em tecnologia e 5 milhões de pessoas na educação básica, além de preparar 5 milhões de pessoas para o futuro do trabalho e do empreendedorismo.

Turma de 50 pessoas do Programa Vamo AI tem vagas abertas em formato remoto

Uma das iniciativas do iFood é o Programa Vamo AI: uma bolsa de tecnologia para formação gratuita em ciência de dados a grupos de perfis sub-representados. Trata-se de democratizar o conhecimento, promover inclusão, diversidade e aumento de renda.

A iniciativa, em parceria com o Resilia e que faz parte do Potência Tech, uma plataforma de capacitação para apoiar a formação de profissionais na área de tecnologia com cursos e bolsas de estudo na área, busca impactar a vida de pessoas de grupos sub representados de todo o Brasil. Até o momento, a plataforma já  atraiu   cerca   de   39   mil   pessoas   e concedeu mais de 14 mil bolsas de estudos até o momento. Os entregadores interessados devem apenas possuir computador ou notebook próprios e acesso à internet.

O programa é 100% online, com aulas 4 vezes por semana (segundas à quintas). Para se inscrever, basta clicar aqui. 

Com informações da Assessoria de Imprensa 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE