PUBLICIDADE

Bolsonarista que colocou explosivo em Brasília é autuado por terrorismo

Em depoimento, ele explicou que a ideia foi planejada por integrantes de atos em favor do atual presidente da República

George Washington de Oliveira Sousa foi detido pela polícia
George Washington de Oliveira Sousa foi detido pela polícia -

Rodolpho Bowens

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Polícia Civil autuou o bolsonarista George Washington de Oliveira Sousa, de 54 anos, por terrorismo após confessar ter montado um artefato explosivo em um caminhão de combustível, perto do Aeroporto de Brasília, no último sábado (24). Em depoimento aos agentes de segurança, o apoiador do atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), explicou que a ideia era “dar início ao caos” e alcançar a decretação de estado de sítio no Brasil.

Em conversa com os policiais, George também explicou que a ideia foi planejada por integrantes de atos em favor do atual chefe do Poder Executivo, que ocupam o quartel-general do Exército, em Brasília – o estado de sítio é que há restrição de direitos e à atuação dos Poderes Legislativo e Judiciário. Diante da situação, a Polícia Civil trabalha para identificar outros participantes do plano.

Mais informações acesse o g1.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE