PUBLICIDADE

Pai suspeito de matar os 4 filhos revela motivo à polícia

O homem tinha a guarda compartilhada das crianças com a mãe, de quem estava separado desde agosto.

Principal suspeito do assassinato, David Silva Lemos, de 29 anos, pais das crianças, foi preso em flagrante durante a madrugada desta quarta-feira (14), na capital gaúcha.
Principal suspeito do assassinato, David Silva Lemos, de 29 anos, pais das crianças, foi preso em flagrante durante a madrugada desta quarta-feira (14), na capital gaúcha. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O pai das quatro crianças encontradas mortas dentro de uma casa em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no RS, na noite de terça-feira (13), disse informalmente à polícia que buscava se vingar da ex-companheira.

Principal suspeito do assassinato, David Silva Lemos, de 29 anos, pais das crianças, foi preso em flagrante durante a madrugada desta quarta-feira (14), na capital gaúcha.

O homem tinha a guarda compartilhada das crianças com a mãe, de quem estava separado desde agosto.

David, foi preso em flagrante pela Brigada Militar em um hotel. De acordo com o registro policial, ele estava na capital desde segunda (12) e foi encontrado agachado no canto de uma sala.

O suspeito no momento da prisão, segundo a polícia, optou por ficar em silêncio ao chegar à delegacia e não deu mais detalhes do ocorrido. Informalmente, ele afirmou aos agentes que teria dado uma espécie de chá calmante para as crianças, na tarde de segunda-feira (12), para que adormecessem. As vítimas tinham 11, 8, 6 e 3 anos.

As vítimas haviam deixado a casa da mãe para passar o final de semana com o pai. Como os filhos não voltaram na segunda-feira (12), a mãe foi buscá-los e encontrou os corpos. Três das vítimas foram encontradas com marcas de facadas e uma com asfixia.

De acordo com a Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Alvorada, Edimar Machado, o homem não lidava bem com a separação do casal e as desavenças fizeram com que se vingasse dela usando as crianças.

O crime ocorreu na casa em que ele morava junto com a avó das crianças, que não estava no local.

O suspeito dos quatro homicídios deve ser encaminhado ao sistema prisional gaúcho e ainda não constituiu advogado particular. Caso isso não ocorra, a Defensoria Pública atuará na defesa.

Com informações, Yahoo

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE