PUBLICIDADE

Sanepar investe mais de R$ 1,25 bi nos primeiros nove meses do ano

Dados divulgados mostram um aumento de 37,4% nos investimentos, em relação a igual período do último ano

Divulgação dos resultados do terceiro trimestre aconteceu nesta segunda-feira (7)
Divulgação dos resultados do terceiro trimestre aconteceu nesta segunda-feira (7) -

Agência Estadual de Notícias

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) investiu R$ 1,26 bilhão nos primeiros nove meses de 2022, um aumento de 37,4% em relação a igual período do ano anterior (R$ 918 milhões). Em esgotamento sanitário, foram investidos cerca de R$ 660 milhões, 66% a mais do que o mesmo período de 2021 (R$ 398 milhões).

Os resultados do terceiro trimestre foram apresentados nesta segunda-feira (7), pelo diretor-presidente Claudio Stabile, pelo diretor-financeiro e de Relações com Investidores, Abel Demetrio, e pela diretora de Investimentos, Leura Conte de Oliveira, em videoconferência dirigida a acionistas e aberta ao público.

Os dados estão disponíveis no site da B3 e no site de Relações com Investidores da Sanepar clicando aqui.

Mesmo depois de uma pandemia e da maior crise hídrica da história do Paraná, os investimentos da Companhia continuam vigorosos, visando principalmente a universalização do esgotamento sanitário. O Paraná deve ser um dos primeiros estados a atingir a meta de universalização prevista pelo marco do saneamento. Os atuais investimentos asseguram a manutenção de 100% do atendimento com água potável e elevaram o atendimento com coleta de esgoto a 78,4% da população, sendo que 100% do esgoto coletado é tratado.

Segundo a Sanepar, houve um acréscimo de 49 mil ligações de água e 46 mil ligações de esgoto em comparação aos nove meses anteriores. Em Ponta Grossa, restam 3,5 anos para o fim do contato com a Sanepar. Atualmente, segundo os dados, há 100% no índice de cobertura com água e 91,8% para a coleta de esgoto.

Barragens

Na apresentação, a Sanepar também destacou a recuperação do nível de água das barragens do Sistema de Abastecimento Integrado (SAIC) da Região Metropolitana de Curitiba. Houve um pleno restabelecimento de todo o sistema pela primeira vez desde o encerramento do rodízio em 21 de janeiro deste ano.

Com informações: Agência Estadual de Notícias do Paraná.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE