PUBLICIDADE

Identificado corpo de jovem desaparecido na baixada fluminense

Vítima, de 24 anos, foi localizada no Rio Capenga, em Nova Iguaçu

Até o momento, dois desaparecidos foram localizados e identificados pelo IML.
Até o momento, dois desaparecidos foram localizados e identificados pelo IML. -

Agência Brasil

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou, nesta quarta-feira (24), como sendo de Adriel Andrade Bastos, de 24 anos, o corpo encontrado ontem (23) no Rio Capenga, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Foi o segundo corpo identificado entre os quatro jovens desaparecidos no último dia 12 no município.

O primeiro foi o de Matheus Costa da Silva, de 21 anos, reconhecido ontem (23) de manhã pela família por uma tatuagem e pelo Instituto Médico Legal (IML) por meio das impressões digitais.

De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) do Rio de Janeiro, as buscas por Douglas de Paula Pamplona, de 22 anos; e Jhonatan Alef Gomes, de 28, continuam. Eles são os outros dois jovens desaparecidos na área. “As buscas foram retomadas nesta quarta-feira. Diligências prosseguem para localizar todas as vítimas e esclarecer as circunstâncias do fato”, informou a Sepol.

Conforme a secretaria, a investigação, que continua sob sigilo, está em andamento no Setor de Descoberta de Paradeiros da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). “Os corpos de duas vítimas foram encontrados durante buscas realizadas por agentes da DHBF, da Polícia Rodoviária Federal e por bombeiros militares, no Rio Capenga, em Nova Iguaçu. Eles foram identificados como Matheus Costa da Silva, de 21 anos, e Adriel Andrade Bastos, de 24 anos”, disse.

Segundo testemunhas, o carro onde estavam os quatro jovens foi cercado por homens encapuzados, quando passava pelo bairro Valverde em direção à Vila Canaã, em Nova Iguaçu. Eles foram obrigados a sair do veículo, a deitar no chão e tiveram as mãos amarradas para trás.

Inicialmente, o caso foi registrado na Delegacia de Nova Iguaçu, mas a Delegacia de Homicídios da Baixada assumiu as investigações.

Com informações: Agência Brasil.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE